5 de jun de 2011

cheque-mate

A justiça dos arquétipos não se verga ás vontade dos humanos. Não me devo enganar, de que apesar das sondagens, estas eleições mexerem com todos aqueles que conhecem e sentem o significado da palavra democracia.

A carta do JS não deixa de ser uma fantástica lição para todos aqueles que procuram nas cartas astrológica o reflexo do que acontece na realidade do individuo.

Começando por olhar o arco solar, Saturno desde há cerca de 1 ano, que ataca Neptuno regente da 12ª, as coisas "escondidas" que têm vindo à superfície, Saturno rege a Casa 9 e 10ª, em se tratando de um chefe de governo, os assunto de justiça, as estruturas e as tentativas de reformas que me escuso a comentar.
Neptuno na Casa 6, serviço público e regente da 12ª, o estado de negação e o completo desnorteio, perca de focalização nos problemas reais.

Hoje a Lua progredida oposta a Úrano (tensão emocional), Úrano regente da Casa 11ª, a dos nossos pares, a Lua natal encontra-se nesta Casa natal, indicando a necessidade de mandar. hoje a progredida sugere uma sensação deve ser de isolamento.

Acompanhada pelo transito de Plutão. regente a Casa 7 em quadratura com Júpiter regente da 8ª; a popularidade versus a valorização pessoal (como os outros nos valorisão). Creio que o próprio terá confiado numa vitória.
cheque-mate

Neptuno oposto a Plutão, dissolvendo o potencial de popularidade. Júpiter oposto a Neptuno, o idealismo próprio que não poderia sobrepor-se à vontade de um país inteiro. Marte co-rege a 12ª sentado no Ascendente faz uma quadratura à Lua Natal, a brusquidão e perca pessoal.

2 comentários:

Hanah disse...

Olá Ana, minha cabeça anda consumida demais pela internet, passei por aqui para dar aquela espiadela...

Adorei a foto... Genial !!!

Bjos

Ana Cristina disse...

Hanah beijos, bom te ver. :) relaxe.