19 de fev de 2008

Childhood


O ambiente em que crescemos, tem uma influência directa condicionando, preparando e antecipando o nosso comportamento como adultos e nos relacionamos em sociedade: seja pela necessidade de fazer diferente ou imitar, os progenitores são sempre uma referência. Em causa está a influência exercida, há muito estudada psicologicamente, e agora a experiência em laboratório com ratos, poderá ser lida na integra no Science Daily:

"’Correlated analyses have shown that the majority of this group of depressed patients have suffered traumatic experiences in their childhoods. This may vary from neglect to war experiences."

O artigo refere como situações traumáticas na infância, que podem ser apenas a negligência, incrementam a predisposição para a depressão perante situações de stress na vida de adulto.
Talvez os governos, que se preocupam com a futuras gerações, devessem prestar atenção aos direitos maternos, que são afinal os das crianças, antecipando-se assim a um maior problema nas gerações que nascem agora.

Felizmente é cada vez mais comum os pais interessarem-se pelo perfil astrológico da criança, como forma de entenderem melhor as necessidades dos filhos, principalmente em idades contestatárias como são por vezes as dos 8 ou as dos 14 anos. Acontece que ao fazerem este exercício, os pais acabam por ser confrontados com ansiedades individuais trazidas da própria infância. Acabando por provocar um desenvolvimento e crescimento no núcleo familiar.

Nenhum comentário: