18 de jun de 2008

Perspectiva pessoal


A posição de Plutão no horóscopo é o indicador da perspectiva pessoal, o instinto que agudiza percepções, aquela força que cada um carrega e que se aplicada move montanhas, sugerindo a quantidade de intensidade que cada um vai disponibilizar para defender os seus recursos e estabelecer o seu lugar de importância na sociedade. Por isso onde se encontra Plutão é provavelmente a área de vida onde se terá que trabalhar com afinco para manter e defender aquilo que considera seu, o efeito intensificador de Plutão.
Plutão na casa X, casa de Capricórnio quer ser reconhecido e admirado pelo seu esforço individual, o instintivo desejo de ser importante na sociedade. O indivíduo que investe em si o poder de transformar as estrutura e/ou organizações, reformular o conservadorismo institucional, como foi o caso do movimentos dos camionistas iniciado por um só homem e que rapidamente contagiou outros com a sua perspectiva, afectando muitos, com notoriedade.

Plutão tem estado e voltou agora para Sagitário, a dimensão da casa IX reino de Júpiter, tempos de mudança acelerada, os novos valores a tomarem conta dos anteriores, propagação em grande escala e por todo o globo. O alargamento de fronteiras e a quebra das limitações que no seu lado sombra podem alimentar exageros de confiança ou posturas algo levianas de "eu sei mais".

Eu faço parte da geração que respira de alivio com a saída de Plutão em Sagitário,a geração de Plutão em Virgem que relaciona a sua perspectiva com o empenho nas áreas de trabalho. Contrariamente à geração anterior de Plutão em Leão ao verem Plutão transitar para o organizado e ambicioso Capricórnio temem possíveis condicionalismos que lhes possam vedar a liberdade e criação pessoal.
Plutão transforma tudo onde toca, assim todos aqueles que tiverem pontos ou planetas que sejam tocados por este "anão" vão perceber que a hora é de mudança. Mudança de valores, tempo para que estes empossados de poder, saiam dos lugares de conforto e empenhem o esforço pessoal na mudança. O conceito é purificação e a transcendência dos abusos pessoais de poder que em nada irão contribuir para o melhoramento do planeta.

A um nível colectivo, por esta ou aquela razão temos uma sociedade inteira a reavaliar os seus recursos (valores materiais e não só)bem como o uso que tem sido dado a estes. Nesta última incursão de Plutão em Sagitário valerá a pena reconsiderar definitivamente nos exageros dos últimos anos e encontrar o recurso pessoal de cada um e abandonar os postiços, que temos adoptado pela força do globalismo de ideais.

O mundo está cheio de coisas mágicas que pacientemente esperam que a nossa percepção fique mais aguçada.
Bertrand Russel

6 comentários:

Samsara disse...

É bom acordar de manhã e ler um texto de qualidade e que ainda por cima nos diz muito.
Um dia feliz.
Bjs.

Ana Cristina Corrêa Mendes disse...

Bom dia Princesa, obrigada e também para ti.

bjo
Ana Cristina

António Rosa disse...

Excelente trabalho, Ana Cristina. Excelente.

Tenho curiosidade em perceber o que as gerações com Plutão em Balança e Escorpião irão fazer, quando chegar a vez deles conduzirem os destinos do planeta.

A geração de Plutão em Virgem tem "obrigações" especiais. Usando a linguagem da astrologia esotérica: são portadores do 1ºe 6º Raios. O 1º Raio tendo Plutão como veículo de expressão - a vontade de poder transformar-se e regenerar-se. O 6º Raio banhado por Virgem - devoção e idealismo; redenção e ascensão.

Esta geração, nesta fase da humanidade, tem como propósito maior, ajudar a finalizar a Era de Peixes e abrindo caminho à Era de Aquário.

O 6º Raio é personificado pelo Rei Artur, os Cavaleiros da Távola Redonda e a Busca do Santo Graal...

Portugal é um país do Sexto Raio, na sua componente superior. No entanto, está em mudança de raio. Está a efectuar a mudança para o 2º Raio. Esta mudança só é possível com a contribuição decisiva da geração de Plutão em Virgem, a sua.

O que a Ana Cristina tem andado a fazer, através da astrologia, é isso mesmo - usar o seu propósito, através dos seus conhecimentos, para ir tirando "densidade" a este país do signo Peixes.

Continuando com a astrologia esotérica, Plutão em Virgem é portador da maestria, do Cristo interno, nunca do Cristo crucificado.

Bem haja.

Abraço

António

P.S.: Plutão em Leão - ehehehe!!!

Ana Cristina Corrêa Mendes disse...

LOL, eu sei António, muito obrigada e perdoe-me o impulso, achei que todos deveriam ler o que escreveu, as varias visões do prisma. Sabe que sou uma adepta de Plutão :-)

Abraço XL
Ana Cristina

Anônimo disse...

Boa tarde Ana Cristina!

Parabéns amiga! Os teus "pensamentos" de hoje (e o "comentário" do António Rosa)falam bem alto para este meu estado de espírito que mais parece um terramoto prestes a rebentar desde há algum tempo - LOL!

Também, como sabes, sou "adepta" do Plutão (pode parecer um "anão", mas NUNCA se deve julgar um livro pela sua capa!)e faço parte da geração de Plutão em Virgem (no meu caso em "conspiração" com o Urano, ambos fazendo de radar e policiando o meu MC!). O meu mapa vibra e abana por tudo quanto é sítio neste momento, mas hoje sinto uma tremenda força plutónica. Está na hora de começar a revolucionar o status quo, de inicar um diálogo sério com os outros e colocar os pontos nos "i"!

No seu livro "As Mentiras que os Homens Contam", o Luis Fernando Veríssimo diz: "...o desejo de não magoar os outros está na origem da maioria dos desastres sociais,...". Existem muitos desastres sociais por aí!

Amiga, um beijinho para ti e um feliz dia de Lua Cheia.
Martina

Ana Cristina Corrêa Mendes disse...

Martina querida, que linda maneira de comemorar a Lua Cheia, pondo tudo para fora, ou virando a mesa de pernas para o ar LOL. Obrigada pela visita e comentário. Esse livro é uma delicia.

Beijinhos e está ser, com contribuições como a tua não podia deixar de ser.
Ana Cristina