19 de jun de 2008

Yuppie



Foi em 1980 que o termo se popularizou, "young urban professional", a geração workaholic de Plutão em Virgem, beirava os 20 anos e preparava-se para fazer a sua primeira incursão no mundo do trabalho, em vias de concluir ou abandonar os estudos universitários, tempo era de trabalho e de aplicação, Saturno transitava em Virgem, como agora, passados 28-30 anos. Reavaliando o que foi feito desde aquela época.

Este transito de Saturno na época fazia um aspecto dinâmico com a Neptuno que se passeava por Sagitário, era grande a fé e confiança dos jovens em alguns casos demasiado até, podendo dar aso a indulgências próprias de um idealismo desmedido. Saturno chamava a atenção para a realidade o que poderia por fim a devaneios de juventude ou pelo contrário conduzir a autênticas fugas da realidade. Em se tratando de Neptuno uma completa dissolução da realidade talvez pela via da fuga para paraísos artificiais com ajuda de substâncias facilitadoras. Se para uns a oportunidade de concretizar sonhos que vinham a acalentar há muito outros viram os seus ficar aquém. Úrano estava em Escorpião, havia que inovar e ser diferente, arriscar e contestar, ser individualista para liderar.

Nesta altura Plutão transitava em Libra, casa VII natural, a perspectiva de valorização pessoal e pública era travada no campo das relações e da posição social destas. A casa das relações e parcerias faz aspecto dinâmico com a da profissão, pelo que o sucesso profissional dependia do poder social dessas relações. E assim se media a perspectiva de sucesso pessoal que era catapultado para o profissional.

Estamos na boa altura de testar algumas das parcerias de então. Afinal os colegas de faculdade são os que hoje ombreiam no campo profissional, passado já o tempo de afirmação pessoal e o de expansão para chegarem agora todos à era do serviço público regenerador.

5 comentários:

António Rosa disse...

Este Saturno em Virgem vai ser exigente ao encontrar-se com a geração de Plutão, também em Virgem. Como sabe, começou em Setembro do ano passado. Quando estes dois se encontram, a coisa promete.

Sei que a geração de Plutão em Leão (a minha) é muito diferente da geração de Plutão em Virgem... mas não me esquecerei com facilidade o que foi a passagem do sr. Cronos por Leão.

Foi um ir ao tapete. Completamente de rastos.

Abraço

António

António Rosa disse...

Levantar-me desse tapete, respirar fundo e seguir em frente, foi a parte intensa dessa experiência. Hoje, sou mais feliz.

Ana Cristina Corrêa Mendes disse...

Se sei António, felizes daqueles que restaram para contar :-). Acreditando que o que fica pelo caminho era bagagem desnecessária, nada como confiar no processo e dar o melhor de nós, day by day.

Abraço
Ana Cristina

Samsara disse...

Aguardo-o em minha casa amiga, vamos ver no que dá e depois mais tarde será a minha vez, com o Plutão em Balança.
No que diz respeito às parcerias ando a pensar cá numas coisas. Quando se concretizarem divulgarei.
Bjs.

Ana Cristina Corrêa Mendes disse...

Princesa, vai amadurecendo as ideias, aproveita o mês de Out. para mudanças :-).
Parcerias tem muito a ver como a Lua Cheia de ontem.

bjo