6 de ago de 2008

...e agora?


Todos conhecemos pessoas que passam um vida, quase inteira a dizer um dia quando eu puder...,porque agora impedidos pelo trabalho, marido ou filhos, estes dois últimos principalmente no caso das mulheres, não lhes permitem ir ao encontro daquilo que mais desejam. Entretanto um dia alguém lhes diz, porque elas sozinhas não se apercebem, têm que ser avisadas; então e agora? Agora já não havendo os condicionantes habituais a pessoa fica perdida e não sabe o que fazer. Nem sempre mas muitas vezes os obstáculos servem para justificar aos outros e aos próprios a falta de coragem, perseverança e empenho.
Será sempre mais fácil a desculpa por razões alheias à nossa vontade do que reconhecer falhas próprias, é o mesmo que dizer que olhar para nós sem as lentes rosa dos óculos das desculpas pode ser assustador.
É humano repetir padrões, lembra-se como era na escola, ou em casa quando era chamado/a à responsabilidade? Qual era a desculpa? Se desde cedo se habituou a culpar os outros pela falta que lhe estava a ser imputada... Seja como for talvez seja altura de repensar esses tais sonhos que apregoava, desta vez com muita sinceridade, não estando preocupado/a se vai ou não preencher as expectativas dos outros, as quais passou a vida a cultivar e agora continuar a adiar com novas desculpas. Ufa

7 comentários:

cova-do-urso disse...

Também tenho usado desculpas parecidas.

Tenha um bom dia, Ana Cristina.

António

Ana Cristina Corrêa Mendes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana Cristina Corrêa Mendes disse...

Não temos todos?...por isso é que adoro o espelho astrológico, reflecte a verdade e não aquilo que queremos impingir :-)

abraço

Maria Paula disse...

Bom dia Ana

Acordei há bem pouco e este é o primeiro artigo a ler...Eu penso que as desculpas são inversamente proporcionais à falta de coragem, perseverança e empenho da pessoa...
E também deve haver pessoas que finalmente deram o passo, mas que por tão viciadas "nas ditas desculpas", preferiram não ir muito longe...
Eu também as digo, as desculpas, atrevei-me-ia a perguntar quem não as faz...

Eu como sou do "contra" dou graças por ir atrás dos meus sonhos... :)

Parabéns por mais um bom artigo.

Tenha um bom dia, que o eu começou agora!!!!

Ana Cristina Corrêa Mendes disse...

...um bom dia então :-), todos nos desculpamos é verdade... uns que mais que outros... até se tornar impossível uma aproximação ao sonho :-(

Obrigada Maria Paula

Samsara disse...

Gostas de por o dedo na ferida e fazes muito bem. É um assunto complicado porque se por um lado concordo com o que disseste que tem a ver com a nossa falta de coragem, outras vezes tem a ver com opções de vida, pois não podemos ter tudo o que queremos. Optamos por algumas coisas boas e ficam outras a marinar, esperando uma oportunidade, é preciso é não esquecer esses outros sonhos e ir em busca deles na primeira oportunidade.
Bjs.

Ana Cristina Corrêa Mendes disse...

...não é uma questão de querer linda...mas sim uma questão de conhecer a verdade de cada um, o que nos prende também nos desculpa e ficamos compostos na "foto"...e claro que é sempre positivo ter planos...falo de vidas continuamente adiadas...e quando se apresenta uma brecha...

um bom dia para ti :-)