15 de out de 2008

a sorte da justiça


Quando não vires o caminho em frente, para e espera. Não sei já onde li isto mas esta frase levou-me mais uma vez à caverna de Platão, desta vez pelo estado de cegueira aquele provocado pela escuridão e o outro pela luz repentina, aquela que encontramos à saída da caverna. O Sol no horóscopo representa a nossa essência, aquilo que nos é inato, natural regente da casa V, que entre outras coisas é a das crianças. Também no sentido da criança alegre, ávida por aprender e por mostrar o que sabe. Se virmos um Sol agarrado a um Jupiter, imediatamente pensamos que esta pessoa precisa de expandir conhecimentos nos moldes da sua essência, indicada pelo Sol e que esta vai estar aumentada. O que se pode tornar num estado permanente de ofuscação. Caso o Sol reja a casa da comunicação poderemos contactar com a expansão desta englobando diversas áreas, pelo que irá ser necessária a focalização. Caso seja a casa IX, pensamos em educação, publicação, viagens e sonhos. Será necessário que se crie então a estrutura, a plataforma para a concretização, para que o sonho passe a realidade. Procuramos então um ponto, um símbolo que crie uma âncora que estabeleça um propósito que vá fomentar na pessoa a preserverança. O que nos leva ao meio sócio-económico e à resistência que cada um aprende e desenvolve para se focalizar nos seus propósitos. Só o conhecimento nos concede a libertação e este tem que ser adquirido. É comum na idade adulta a necessidade de realinhamento de vida e este será tão mais fácil quanto mais preparada a pessoa estiver, Jupiter o planeta da recompensa, da sorte e do sonho, rege também a casa da justiça, esta justiça estará directamente relacionada com aquilo que até ali fizemos, como expandimos a consciência. Afinal falamos do rei dos deuses, um poder absoluto, destronou Saturno e ficou conhecido pela sua justiça.

8 comentários:

Maria Paula Ribeiro disse...

Bom dia Ana

Lindo, lindo, lindo...
Até acordei melhor...e melhor vou trabalhar! :)

Ou será porque Mercúrio engrenou para frente. LOL LOL

Beijinho

Ana Cristina Corrêa Mendes disse...

Que boa disposição, Maria Paula, não há retrogrado que a atinja.:-)
Beijo

cova-do-urso disse...

Ana Cristina,

Hoje consegui vir até aqui e encontrar este nível de excelência. A expansão da consciência - belo tema.

Abraço

António

Maria Paula Ribeiro disse...

Ana

Não é bem assim... ainda tenho de passar por muitos Mercúrios Rx, mas prefiro encarar as coisas de frente. Sabe o que dizem os "meus velhotes" da terra?

"Para trás mija a burra" Em frente é que é o caminho...
:=) e eu prezo sempre muito a sabedoria deles..

Um jinho bem grande!

Ana Cristina Corrêa Mendes disse...

:-) seja bem-vindo António, obrigada.
Abraço

Ana Cristina Corrêa Mendes disse...

MP, sou uma admiradora da sabedoria popular, muito mais vinda da boca dos mais velhos :-)sigamos em frente então.
Abraço

Samsara disse...

"Quando não vires o caminho em frente, para e espera", sem dúvida que é o melhor caminho quando podemos esperar, quando não podemos e temos que decidir, considero que é melhor decidir do que não o fazer, mesmo correndo o risco de não acertar, aprenderemos sempre algo e assim não perderemos tudo.
Beijinhos

Ana Cristina Corrêa Mendes disse...

Sam, somos livres e responsáveis pelo nosso destino :-), que vamos construindo diariamente.
Uma boa noite é o que te desejo.