5 de dez de 2008

e em 2009?


Ontem numa volta pelas prateleiras das revistas verifiquei que como de costume, muitas anunciam a previsões para 2009. Lembrei uma conversa de há muitos anos, eu lia os meus primeiros livros sérios, Dane Rudhyar, quando alguém que estava comigo comprou uma das ditas, claro está que logo ali manifestei o meu descrédito na forma como aquilo era feito na sua grande maioria. Eu gosto de ler um artigo bem escrito relativamente à movimentação dos astros e a sua simbologia, eu gosto de conhecer insights de outros, eu prezo o conhecimento daqueles que já cá estão há muitos anos e juntam nos seus ensinamentos, experiência e maturidade que deverá dar riqueza humana. Afinal perscrutamos os astros para melhor conhecer o homem e a sua evolução. Mais tarde num outro local, tive oportunidade de ler uma destas revistas e, lá estava aquilo de que não gosto...se é de Carneiro...., se é Aquário....algumas pessoas sabendo o que eu faço, perguntaram-me logo se eu concordava com a previsões que lá estavam escritas, tive que me rir e a brincar que previa que iam vender mais revistas. O que disse ontem digo aqui; as pessoas que pertencem ao mesmo signo, são como se pertencessem a um grupo de por exemplo o dos loiros de olhos azuis, serão por isso todos os loiros iguais? Por serem loiros têm todos a mesma vida? Dependendo dos ciclos planetários que sirvam de base para estas previsões, poderão eventualmente acertar mais ou menos na realidade de alguém. A conversa continuou até alguém me disse que agora percebia melhor porque lia o signo dela e não se identificava...Somos todos diferentes e é precisamente isso que deverá ser usado para que nos completemos e não nos afastemos uns dos outros.Como estava num ambiente propicio e ligado à moda (Vénus), tínhamos estado a falar de como hoje em dia, ter classe e vestir bem exigia mais do que copiar um modelo que víamos numa revista, era necessário uma boa dose de atitude e criatividade, afinal aquilo que todos precisamos na vida para nos fazer notar por aquilo que somos sem ficar condicionados pelo grupo ou ambiente que nos tolhe a individualidade.

8 comentários:

Maria Paula Ribeiro disse...

Bom dia Ana,

"afinal aquilo que todos precisamos na vida para nos fazer notar por aquilo que somos sem estar condicionados ou grupo ou ambiente que nos tolhe a individualidade."

Precisamos cada vez mais aprender a SER e não ESTAR!
Cada vez considero mais como a nossa via de individualidade. ;=)

Não me canso de pensar que o teu blogue cada vez está melhor.
O teu e o da Cova estão nomeados ao "Best award blog 2008!" :)

Porque deixemos aos poucos de estar, em busca do Ser... é o que sinto ;=)

Beijinhos

Ana Cristina disse...

Mary Zulu, babada com o award :-) beijo de coração bem mais quente que o tempo.

António Rosa disse...

Ana Cristina,

Curioso pois ando há vários dias a burilar um texto sobre as grandes influências astrológicas para 2009 e ando a adiar a sua publicação por não desejar que se confunda com as tais previsões de ...se é de Carneiro... Ainda por cima, o panorama geral será exigente.

Gostei do "Best award blog 2008!" da MaryPaula. Só ela mesma.

Ana Cristina disse...

António :-), pegando nos posicionamentos dos grandes senhores,(de Saturno a Plutão) podemos ver que o mundo está em metamorfose e assim continuará eu diria acentuadamente até meados de 2010 :-).

HighLander77 disse...

Oi Ana,

Achei imensa piada quando falou dos diferentes "grupos" a que cada um "deveria" pertencer..
Como sou curioso e salutarmente idiota fiz uma "previsao" por alto...

11 planetas (inlcuindo quiron) , em 12 signos diferentes, e com as respectivas combinacoes entre si daria aproximadamente (nos ultimos 240 anos): 743 trilioes possiveis de combinacoes (ignorando aspectos e tendo em conta somente o mapa astral).

Bom fim de semana,

Paulo

Ana Cristina disse...

Olá Paulo :-)
Faço votos que se mantenha salutarmente curioso :-)

Igualmente para si.

Samsara disse...

Olá Ana Cristina
Muita gente não sabe o que é Astrologia, que está muito longe do que aparece nas revistas, para um grande público essa é a verdadeira Astrologia. Como não haveria de haver o decrédito que há?
Beijinhos

Ana Cristina disse...

Patrícia, a astrologia e não só, tantas outras coisas desta vida.

Resto de bom sábado.