23 de fev de 2009

aprendendo com Sean


Ser nomeado para o Óscar deve ser por si uma honra, como pessoas de outras áreas se devem sentir quando nomeadas para o Nobel. Dos vários que tenho visto e estudado, destaca-se sempre a casa 11ª (a das expectativas, de ser amado, reconhecido, etc...) pelos seus pares, o que faz todo o sentido. Olhando a carta do Sean Penn (17 Agosto 1960, 15;17 Santa Mónia - CA) o transito de Plutão está partile ou seja exacto ao MC, para a espelhar o importante prémio de carreira e a notoriedade, sendo este o regente da 11ª, parece-me bem apropriado. Júpiter aumentava a projecção pessoal publicamente, ao dinamizar Mercúrio o regente da 7ª e além fronteiras, a academia das artes, como co-regente da 9ª. Poderá dizer-se que este efeito está em duplicado, já que o encontramos em transito e arco solar. Também o arco solar do Sol a Saturno faz todo o sentido, iluminação das ambições e reconhecimento do seu esforço e mérito pessoal, Saturno no Ascendente a reger a casa da auto-avaliação. Já se sabe que o seu valor de mercado, subiu a partir de ontem.

12 comentários:

Maria Paula Ribeiro disse...

Bom dia Ana,

Para mim, foi sem dúvidas o prémio merecido.
É um dos meus actores preferidos. Lembro-me que falhou por pouco o oscares na prestação ímpar em Dead Man Walking, em 1995, para Nicolas Cage.
Conquistou a sua 1ª estatueta num filme não menos maravilhoso e polémico em Mystic River. Já antes, o I´am Sam; depois 21 grams; uma década de filmes, onde se pode dizer "qual deles, o melhor"
Ontem, mereceu mais um prémio, onde fica o desejo de ganhar mais um, o de melhor actor em sincronia com o melhor filme, que ainda não conseguiu...

Beijinhos e boa semana

Ana Cristina disse...

Uma admiradora vejo :-), realmente ele tem vindo sempre a melhorar, bons filmes que nomeaste:-)

cova-do-urso disse...

Bom dia, Ana Cristina,

Bela análise de um vencedor. Ainda não vi o filme. Fez o discurso de agradecimento mais político da noite.

Uma informação, que só notei ontem: se olhar para o seu site, verá que desapareceu o botão do «Astrology Bloggers Directory», tendo ficado apenas o nome.

Aconteceu o mesmo nas dezenas de blogues que estavam inscritos neste Directory porque o Jeffrey criou um site novo e todos os registados desapareceram.

Já me inscrevi ontem, novamente e umas horas depois já estava na lista.

Entre por aqui:

http://astrologybloggers.com

Depois: «Add Your Blog».

A partir daqui é um pouco confuso.

Clica em «Go to... xxxx...» sem esquecer usar o username «guest» e a password «quincunx». É só preencher e escolher se fica na área «english» ou «portuguese» :)

Sugestão: recomendo que uma das tags a usar seja o nome do seu blog.

Vou deixar este aviso em outros blogs.

Abraço

António Rosa

mfc disse...

mas a conjugação astral confirma o que aconteceu ou pode predizer?

Ana Cristina disse...

António, obrigada e obrigada pelas dicas, vi ontem isso do blogger numa 1ª tentativa fui parar ao woodpress e estava meio sem tempo e abandonei a pesquisa já lá vou.

Ana Cristina disse...

mfc, neste caso confirma o que aconteceu ou seja está reflectido no horóscopo.
Caso tivesse visto antes, que não vi, podia ter afirmado de que haviam fortes possibilidades e, que se teriam que tomar em consideração as cartas dos outros concorrentes também. Respondo à questão? :-)

maria de fátima disse...

Olá Ana gosto muito do trabalho do Sean Penn, por acaso ainda não vi este filme.Beijinhos e bom Carnaval.

Ana Cristina disse...

Tem bom gosto Mimi, divirta-se e obrigada pela visita. :-)

Samsara disse...

Ele não estava nada à espera, também ele achava que seria o Mickey ou o Brad. Não vi o filme mas gosto muito dele, e a Mary Paula recordou-o muito bem acima.
Fiquei contente por ele.
Beijinhos

Ana Cristina disse...

Quer dizer...ele estava nomeado Sam, acredito que seja sempre uma surpresa e que surpresa, recaírem as escolhas sobre o próprio :-)jocas

António Rosa disse...

No momento em que anunciaram o nome dele, o homem devia estar meio-off, porque só reagiu quando a mulher lhe deu um apertão na perna, creio que com direito a unhas e tudo, pelo salto que ele deu. Só nessa altura é que se levantou... vermelho, vermelho. :))

Quem diria que o antigo menino rebelde de Hollywood iria necessitar de um apertão da mulher?

Gostei de ver a cena.

Ana Cristina disse...

:-) ou em profunda meditação, António.