11 de abr de 2009

o peso nas costas


Ainda nos resta mais ou menos um mês, para que Saturno volte ao seu movimento directo; como é sabido, onde este está posicionado na carta natal será onde haverá uma maior necessidade de trabalho, já que é a área em que nos sentimos mais restringidos, com um maior peso para suportar sem ajudas.
Neste momento em trânsito ele está em Virgem, ou seja fazendo aspecto dinâmico ou desafiador aos restantes signos mutáveis e, por isso quem tem planetas ou ângulos entre os graus 15º e 19º, terá certamente sentido um maior peso, uma maior solidão, como o juiz a quem cabe a tarefa de decidir. Tudo sinónimos de autoridade. Só que neste momento essa autoridade pertence a cada um de nós nesta fase de retrogradação, até podemos tentar culpar os acontecimentos, circunstâncias ou os outros, talvez uma forma de adiar a tal decisão que nos cabe a nós. A autoridade ou responsabilidade dentro de cada um, analisa, mede e delineia estratégia, a consciência do poder é agradável e faz-nos sentir senhores de nós mesmos. Mas na hora da decisão final, o silêncio é sepulcral, o medo toma conta, sentimentos de solidão...

A um nível geral, fala-se do signo onde o planeta está mas se quisermos individualizar o que determinado transito está a pedir na carta pessoal, teremos que ter em atenção a Casa por onde está a passar e muito importante o planeta ou ângulo a ser activado.
Conhecer as Casas é essencial para que se entenda os recados astrológicos, até poderemos tentar disfarçar para não ter que olhar aquele assunto de frente mas; se o transito estiver no Ascendente o maior desafio será consigo próprio atrever-se, na Casa 2 serão os assuntos de segurança que estarão em causa, se o transito for na Casa 3 a necessidade de aprender a resolver as situações de uma forma pragmática e eficaz. Com o transito a passar na Casa 6, ser-nos-à pedido um planeamento, prudência e estratégia nas rotinas ao mesmo tempo que teremos que aprender que não somos perfeitos. Na Casa 9, nós teremos que ser os nossos próprios professores no que respeita à nossa filosofia e ética de vida, poderemos aqui bater de frente com as nossas próprias certezas e verdades absolutas, ter consciência da sua falibilidade e de que não sabemos tudo. Na Casa seguinte, assim como o do Ascendente são fases cruciais, transitos que tocando os ângulos poderão mexer com a estrutura inteira, aqui somos nós e a autoridade, o pai, o governo, o patrão e a nossa própria ambição.

14 comentários:

António Rosa disse...

Ana Cristina,

Gostei muito e aprendi de escolinha que assim é.

O botãozito dos cursos fica bem ali. Ando à procura de botões maiores para fazer um especial para si:

«Perfil Vocacional» não cabe nestes botões standard. Nem o título do novo curso. Assim que achar, digo-lhe.

Vê algum inconveniente em que coloque na Escola artigos seus, mais antigos? Eu gostaria muito de o fazer.

Bom fim-de-semana.

Ana Cristina disse...

Olá António, podemos sempre encurtar nomes para efeitos de botão :-) :-) e eu gosto muito de prendas fico ansiosa à espera do meu especial.

Não, não há inconveniente nenhum, sirva-se :-)

Até logo.

Maria Paula Ribeiro disse...

Bom dia Ana,

Este toca-me de perto e muito perto. Um período de reflexão, de minúcia, de ponderação, de olhar o que está feito, meio feito e por fazer...

Um período de solidão, mas necessário pois é no silêncio interior e de introspecção que consigo ver e observar...
Tudo em tempo lento que por vezes até dá nervos... mas aceitar que tem de ser assim e ter forças e coragem para o fazer...Porque... tudo tem o seu tempo e é sempre para melhorar e isso é bom de sentir.

Obrigado linda.
Boa e Santa Páscoa
Beijinhos

Ana Cristina disse...

Maria Paula, descreves bem os tempos, conheces aquela música da Bjork "oh shut it's so quit..." é assim o ruído do silêncio.

Diverte-te com a neve e amêndoas. Gostei muito dos parzinhos que tens lá no teu blog. Beijo

Sandro Gomes disse...

Ana Cristina,

Saturno em trânsito pela minha 7a Casa. Limitações no casamento? Minha esposa ainda está morando em outra cidade porque não conseguiu ainda a transferência de emprego. Já vai pra dois meses que não nos vemos, e acada momento a burocracia arruma algum impedimento para ela não se mudar logo. Estou me sentido muito só e desamparado. Saturno não brinca em serviço...

Fada Moranga disse...

Pois eh.. Aqui em casa esta instalado na 12 e tenho sentido muito mais necessidade de silencio e afastamento. Haja Pascoa! :-)
Beijos***de Fada

Ana Cristina disse...

Sandro, digamos que obstáculos poderão surgir no relacionamento como esse da distância que refere. Não esqueça que Saturno também nos trás fortaleza e sabedoria e por isso é que há certos relacionamentos que crescem e ficam cada vez mais fortes. Evite fechar-se e melhores dias virão.

Ana Cristina disse...

Fada, a parte boa desse transito é ter hipótese de ser útil ao sofrimento do outros de uma forma pragmática, o que é uma real ajuda, trabalho de FADA. :-) A evitar sentimentos de victimização como bem sabe :-) Beijo encantado.

Adelaide disse...

Olá Ana Cristina,

Este texto vai ajudar muitas pessoas e a mim também:) Este Saturno em Tr na Casa 10 está a pôr-me um pouco indecisa em questões profissionais. Por vezes tenho medo, outras dá-me coragem. Espero decidir-me pelo melhor:)
Muitas amêndoas e beijos.

Adelaide Figueiredo

Ana Cristina disse...

Olá Adelaide, essa é a piada da nossa viagem, as escolhas à nossa disposição e que estas tenham por base outra energia que não a do medo, são os meus votos. :-) Obrigada e boa Páscoa para si também. Abraço

Hanah disse...

Olá Ana,


Passei para te desejar uma Feliz Páscoa.:)


Abraço grande.

Ana Cristina disse...

Hanah, muito obrigada pela atenção, e retribuo-te os votos de uma Páscoa doce :-) Abraço

Joana disse...

Olha, este trânsito está a atacar-me em força. É nas casas 4, 8 e 10, mais concretamente em Neptuno, Mercúrio e na Lua Negra. Está muita coisa a mexer...

Ana Cristina disse...

Bom dia Joana, se assim é aproveite para estruturar o que é necessário.
Obrigada pela visita. :-)