18 de ago de 2009

surfar


Quando num horóscopo vemos os planetas na 1ª Casa ou o regente da Casa sob grande tensão, independentemente de onde este se encontre na carta, antecipamos que há algo do ego que é retraído e que com grande probabilidade de que as suas necessidades pessoais se desenvolveram podadas em alguma das diversas expressões; a da vontade, a da socialização, a da emoção, etc. Estes padrões de comportamento tornam-se parte do mecanismo daquilo que faz parte do eu e raramente nos apercebemos do que fazemos a nós mesmos, ao que nos confinamos quando não acreditamos. Somos o 1ºs a dizer a nós mesmos que não, que não é para nós, que não temos direito, que não... De vez em quando entra uma areia na engrenagem e é criada a oportunidade para alterar, a possibilidade de se fazer diferente, de tentar, de arriscar e de mudar o final daquela história.

Imaginem um Saturno na 1ª Casa e a reger a mesma, já se sabe que é indicador de responsabilidade acrescida, usualmente desde cedo o peso do mundo é sentido, está oposto por Úrano; criando uma contínua dicotomia entre o novo e velho, o moderno e o tradicional, provavelmente afectando os relacionamentos, até que a pessoa integre as duas energias com graciosidade, libertando-se e abraçando a diferença, fazer o tradicional de forma diferente e fazer o novo com com precaução, à sua maneira. Um dia Mercúrio pode por arco solar activar esta luta interna e trazer o insight necessário para que se aceite e se tire partido daquele potencial.

No Caso de este mesmo Saturno se opor a Marte, a pessoa terá desde cedo sido forçada a sublimar vontades como se não tivesse direito a ter as suas, no seu pior pode trazer frustação e a sensação de derrota mesmo antes da batalha e por isso já nem se atreve a buscar ou querer em nome de se proteger da desilusão, num jogo viciado à partida e pelo próprio. Até um dia aparecer Vénus, que em forma de pessoa ou oportunidade faz acordar o direito da vontade de se impôr e acreditar que é possivel e que tem direito.

Podia também ser o caso de Saturno se opor à Lua, escondendo a emoções, a manifestação destas pode ser algo que se torne muito difícil, até que um dia Úrano passa por cima daquela oposição e faz com que aquela fortaleza de defesa abra uma brecha que se bem que possa confundir acaba por facilitar o caminho. Assim se aproveite aquela abertura para se construir uma ponte.

Se esperarmos o transito ou progressão de um planeta como o surfista espera uma onda óptimo, mas para isso há que estar atento à onda, não virar as costas e ceder ao medo quando a vemos ir crescendo, estar preparado para se manter em equilíbrio o tempo que for necessário, sabendo que se cair se vai aprender e haverá outra onda logo a seguir e com ela uma nova oportunidade de fazer melhor. A formação da onda, que no caso é a ideia ou a vontade para quebrarmos o tal hábito que aprisiona e restringe qualquer que seja a necessidade pessoal, por vezes vem muito de mansinho e pode até passar despercebida, ela surgiu mas que logo foi abandonada, tal é o treino enraizado.

Vivemos numa época em que o mundo está em mudança, a tradição precisa de modernização e a inconformidade precisa de organização, vivemos uma época de oportunidades de fazer difererente.

14 comentários:

marcelo dalla disse...

Incrível a sintonia! Hoje li o mapa de uma amiga q tem Lua na 1 em oposição a saturno na 7.
Adoro seus artigos, querida!
bjos

Ana Cristina disse...

Marcelo :-)acontecem sincronismos e eu fico sempre deliciada, essa sua amiga tem trabalho para toda a vida...ondas de amor para ela.

HighLander77 disse...

Ola Ana,
Eu percebo o peso da responsabilidade nos ombros, apesar de aos poucos me estar a livrar dele.
Saturno no final de Leao, oposto a uma Lua no inicio de Peixes!
Mesmo o meu Saturno nao estando na casa 1, tem a energia de Fogo de Leao, que com Saturno como sabemos.. comprime! E estando na casa 8 reprime...

Ana Cristina disse...

Olá Paulo, Saturno onde está restringe sempre até que se saiba o suficiente para se atirar, a chamada maturidade ou quando se perde o medo.
Pesos à parte, basta notar a (co)regência de Saturno na sua carta :-) BTW o seu Saturno aterra em Regulus :-)

HighLander77 disse...

Ola Ana,
Agora deixou-me baralhado e reconheco a minha nabice astrologica. :)
Regulus?

Ana Cristina disse...

:-) uma das mais brilhantes estrelas do universo chamada de "prince" or "heart of the lion" , simbolicamente trás esta postura ao planeta ou ângulo em que toca.

Madame Celeste, disse...

É Ana... temos aprender a surfar as ondas interiores. Adorei o texto.
Beijos

Ana Cristina disse...

Obrigada Madame C., votos de um bom mar :-) para si.
Beijo

HighLander77 disse...

oi Ana,
Muito obrigado pela explicacao.
Estive a ler e esta lua esta a somente 1 grau do meu Saturno.
como me divertir? Como desligar a cabeca? Como nao parecer quadrado?
Estas sao perguntas para eu responder, mas sinto-me um pouco como Benjamin Button com paragens!
Eu nunca tive nocao das estrelas fixas... outro mundo astrologico para aprender.

Obrigado e um abraco,

Paulo

Ana Cristina disse...

Paulo, não chegou a ser uma explicação...refere-se à Lua Nova e, a boa altura para se iniciarem projectos para os quais se queira uma rápida evolução? Olhe que a cabeça (a ambição) faz jeito :-)Abraço.

António Rosa, José disse...

Ana Cristina

Gostei muito, como sempre.

Só mesmo para deixar o abraço, depois desta minhas mini-férias, que continuam, agora em casa.

Depois virei cá pedir-lhe um artigo para a Escola.

Abraço

Ana Cristina disse...

António folgo em vê-lo por perto <:-)vamos ver se conversamos um dia destes. Já sabe que está sempre à vontade, sirva-se.
Abraço.

FadaMoranga disse...

Olá Ana Cristina!

Tinha que ser a casa 1 a trazer-me aqui... :-)))

Gostei mesmo muito. Mas agora pergunto: será que há alguém que não tenha trabalho de casa para o resto da vida? ;-)

Beijos***deFada

Ana Cristina disse...

Fada, obrigada...e só não tem trabalho quem preferir não reconhecer que o tem :-), creio que a certa altura todos reconhecemos e defendo que antes agora do que mais tarde...
Beijo