24 de nov de 2010

olha quem fala

...de como pensamos simbolizado Mercúrio no horóscopo. Evidentemente que nos mapas pessoais teremos também que prestar atenção, à 3ª Casa, ao seu regente bem como as condições que se encontra.

Penso logo digo! Na certeza porém que há quem pense "e" diga e há quem diga "e" depois pense. No segundo caso, normalmente há um toque de Marte, talvez um Marte fortalecido conjunto ao regente da Casa da expressão ou a Mercúrio.

Voltando a Mercúrio, regente das 3ª e 6ª Casas naturais, como nos exprimimos entre os que nos rodeiam, como falamos, como verbalizamos a cooperação que prestamos.

Uma pessoa com Mercúrio em Gémeos, no seu melhor e pior, salvo influência de modificadores fortes, terá facilidade em falar e provavelmente terá necessidade de verbalizar os seus sentimentos, de abrir e contar o que o aflige.

Ao contrário de outra com Mercúrio em Escorpião, cujo o diálogo é voltado para dentro. Verbalizar apenas o necessário, algo mais intimo em casos muito, muito raros. Mesmo assim tenho dúvidas que seja tudo dito.

Já o Mercúrio em Balança, quando em crise e assolado pelas incertezas, vai sentir necessidade de encontrar "ouvidos" para as suas dúvidas, procura nos outros as respostas, mede, pesa e demora antes de se decidir.

O que é difícil para o Mercúrio em Câncer que pode preferir não falar das suas duvidas, uma defesa emociona, cala-se.

O Mercúrio em Sagitário também tende a ser palavroso, a ter sempre opiniões, ficando com as suas próprias dúvidas e indecisões.

Já o Mercúrio em Capricórnio, podendo ser parco nas palavras que o fazem perder tempo,i.e. quando as conversas não são conclusivas, pode não ser muito amigo de fazer perguntas.
Existem alguns comediantes com Mercúrio em Capricórnio, sabendo usar a tirada na hora certa e com um apurado sarcasmo, a ver um toque de Úrano.

Mercúrio disposto por Neptuno e/ou na Casa 12ª, muito provavelmente irá ser mais fluido se usar o verbo para ajudar do que para exprimir as suas próprias
necessidades. Se calhar as palavras até são dispensáveis. Vários actores de cinema têm Mercúrio nesta casa, o discurso não é directo.

Levamos grande parte da nossa vida a falar, o diálogo é necessário em qualquer relacionamento, profissional ou não, até quando vamos comprar pão. Mesmo assim para nos fazermos entender no que respeita ás nossas necessidades, todos temos algo a aperfeiçoar.

Se uns têm que aprender a riqueza do silêncio "o silêncio é de ouro", ao exercitarem o silêncio, o diálogo começa por se voltar para dentro e aí
poderão experimentar colocar questões difíceis a eles mesmos e confiar nas respostas. Os outros terão que aprender "primeiro veio o verbo", exprimir sentimentos, vulnerabilidades ou dúvidas não os diminuí. Até poderão ter a agradável surpresa de receberem a resposta que procuravam estando surdos pelo intenso monólogo.

Não poderia deixar de falar de Mercúrio sem falar do mesmo retrógrado, não períodos que todos experimentamos 3 a 4 vezes ano. De Mercúrio quando retrógrado na carta natal, não me cabe a mim dizer aos que o têm o que é que quer dizer. Mas se lhes disser que eles têm sempre uma 2ª agenda, ou que têm sempre um outro plano, eles vão entender do que falo. Serão eles as melhores pessoas para darem exemplo ilustrativos.

9 comentários:

Maria Paula Ribeiro disse...

Boa noite Ana,

;)))) Neste post tive de me rir... ;)))
E se considerarmos que sorrir é uma forma de comunicar, então o meu Mercúrio continua bem e de saúde no seu reinado! ;)))) As vezes tenho de levar com o travão Cronos ou um azedume de Marte, mas comunicar é mesmo parte integrante e obrigatória da minha essência! ;)

Em relação à 2ª agenda, senti-a bem ainda este ano, quando Mercúrio retrogradou em Abril até Maio. Foi o período em que a funcionária se despediu livremente, altura como sabes de mudança estrutural da clínica e se teve de haver ginástica mental, para o plano B, houve...mesmo uma necessidade. Creio que nesse período até plano C tinha! :)
E foi um período de burocracia...para a frente para trás, esperas...enfim! Atrofiante, as vezes, neurótico diriam outros, "estapafurdios" diriam os políticos!... E quando entrou directo, foram precisos apenas 2 dias para concluir todo o processo de contratação da nova funcionária! ;)

Bem-hajas por este momento de quebra cabeça mental... ;))))

Beijinhos

Ana Cristina disse...

Ainda bem que te ris :) e coitado do Mercúrio, sozinho a fazer isso tudo :)

Beijo doce

António Rosa disse...

Ana Cristina,

A segunda agenda está aí, quase a chegar, de novo.

:))

Ana Cristina disse...

:) António aproveitar para rever, re-pensar...antes de seguir em frente.

Abraço

António Rosa disse...

Olá, bom dia de sábado,

Este é um convite para participar na entrevista colectiva que estou a preparar para a Astrid Annabelle, do «Navegante do Infinito». Publiquei hoje um post com esse convite.

Seria um prazer contar consigo nesta entrevista coletiva à amiga e bloguista Astrid.

Por favor, clicar aqui para aceder ao post onde peço que deixem as perguntas.

Abraço,

António
«Cova do Urso»

Maria Aguiar disse...

Ana
Seu texto veio bem a calahar já que a Lau em Virgem transita hoje pela minha casa 3... Tenho Mercúrio em Câncer na 1, precisa dizer mais?!...
Deixo um link aqui para compartilhar um selo que recebi, abr
http://marialuanova.blogspot.com/2010/11/selos-e-muito-mais.html

Ana Cristina disse...

É bom vir a propósito Maria, grata.

Abraço

Sônia disse...

Boa tarde,

"O Mercúrio em Sagitário também tende a ser palavroso, a ter sempre opiniões, ficando com as suas próprias dúvidas e indecisões."

Realmente não sou de falar muito, sempre que possível opino e poucas vezes exponho as minhas dúvidas e/ou indecisões. Não sei se é hábito, ou se é da minha personalidade, mas procuro dar mais crédito à minha intuição.

Ana Cristina disse...

Sónia :) valerá a pena verifcar as condições ou modificações que outros planetas indiciam...

Grata pela visita