30 de mar de 2008

Dangerous minds


Bullying o fenómeno que chamou recentemente as atenções nacionais. Afinal aquele filme em que a Michelle Pheiffer protagonizava uma professora de liceu numa zona "quente" não é totalmente ficcionado e que o "calor" está bem perto de nós.

Hoje ao ler o artigo; Students who bully others tend to have difficulties with other relationships, such as those with friends and parents, que não pretendo traduzir, somente referir o que me inspirou e disponibilizar o dito a quem tenha interesse em lê-lo na integra.

O fosso entre gerações é conhecido e todos o experimentámos. Em astrologia existem os planetas geracionais, como o nome indica toda uma geração nasce sob os mesmos em determinado signo.
Com Plutão num determinado signo toda a geração estará sintonizada pelo mesmo instinto e se reconhecerá nos valores, até mesmo quando estes se alteram ao longo da vida. O mesmo irá acontecer com Neptuno os ideais e valores estéticos a unirem toda uma geração, aqui associo sempre a música como um cordão geracional, cada uma tem o seu. Segue-se Úrano, e a rebelião na busca da independência e individualidade que pelo signo em que se encontra nos dá uma antevisão do mote da irreverência.

Constato que os teenagers hoje, nasceram com Plutão em Escorpião, o arquétipo do poder de destruir e renascer em alta, acompanhado por um Neptuno em Capricórnio sugerindo uma dissolução de estruturas e uma necessidade de reestruturar ideais, Úrano também em Capricórnio a irreverência a penetrar a tradição, organizações e instituições, o que também pode ser visto como uma lufada de renovação e modernismo em estruturas obsoletas.

Toda esta "energia" pode ser positiva ou negativa, já que a nossa sociedade avança e desenvolve à custa do que é implementado pela geração no poder, que em 2033 serão os teenagers de hoje.
Todas as gerações têm os seus bullyings e se procurarmos os da geração de cada um de nós,verificamos que quando deveriam estar a contribuir para a sociedade, caso não se tenham redimido, terão já atraído para as suas vidas todo o género de problemas familiares e sociais, muitas vezes perpetuando na ascendência.

Nenhum comentário: