10 de jun de 2008

Randy Pausch



Para quem não ouviu falar ainda, trata-se de um homem que dedica os seus últimos dias de vida a deixar um legado de amor aos filhos e a quem quiser ouvi-lo. Para quem ainda não assistiu deixo aqui o elogio à vida feito de uma forma tão grandiosa e pungente como só são capazes aqueles que confrontados com a efemeridade da vida em prazo determinado. Não pretendo apelar ao tétrico apenas lembrar que enquanto aqui andarmos é melhor aproveitar o que de bom há e espalhar esse sentimento à nossa volta. Se não mudarmos o mundo podemos mudar a "onda" em casa ou no trabalho, no prédio e talvez esta se estenda pela rua.

Detalhes de nascimento de Randy Pausch há poucos, além de que nasceu a 23 Outubro de 1960, desconheço local e hora. Pelo que fico sem referências Angulares e aspectos da Lua, o Sol em Escorpião e a Lua em Sagitário; Filosofia e idealismo são separados do emocional. A honra e a ética prevalecem. O principio é importante, como um bom Escorpião a capacidade de mergulhar nas profundezas para de seguida atingir as alturas, a Fénix renascida do fogo.
Mercúrio recebe um aspecto dinâmico de Úrano, que faz dele um homem de ciência que é, uma mente arguta e com ideias provocativas tão bem patentes num período tão difícil da vida. Marte em Câncer movido por sentimentos e valores familiares, como ele tem amplamente difundido e oposto por Saturno em casa própria, soberano, o dever acima de tudo, a tenacidade e a determinação em aproveitar de forma útil todos os momentos. Vénus oposta por Plutão a graciosidade em aceitar o indominável.

Faço votos que o exemplo de Randy Pausch seja uma inspiração para todos os que têm de começar quando tudo parece acabar.

4 comentários:

Samsara disse...

Impossível ficar indiferente e esquecer este testemunho. Emocionei-me muito quando o ouvi na televisão. Uma lição importante que devíamos todos aprender.
Bom feriado.
Bjs.

Ana Cristina Corrêa Mendes disse...

É verdade Princesa, também me comovi com tamanha generosidade.
Bjo

António Rosa disse...

Absolutamente único e a conduzir a vida com o seu livre-arbítrio, dando uma lição ao mundo. Emocionante. Ainda por cima é um escorpião fã de "Star Trek". Excelente artigo. Obrigado. António

Ana Cristina Corrêa Mendes disse...

António não paro de pensar no que este homem se determinou a fazer nesta fase da sua vida. Bonito de ver quando a ética se impõe e conseguimos afectar os outros pela nossa rectidão, :-) coisas de Lua em Sagitário, muitos a têm mas a questão é dar uso ao potencial.

Abraço
Ana Cristina