7 de jul de 2008

Quando a tradição já não é o que era...



Quando desatamos a fazer ou querer coisas diferentes, correr riscos, experimentar, mudar, desafiar, revolucionar, aconteceu de repente, não estava à espera daquilo são tudo sugestões de um "toque" de Úrano. Quem convive com este desafio na carta natal, acaba por acomodar esta electricidade não estranha o constante desatino, só se estranha o que não faz parte da rotina. Se por exemplo este desassossego tomou desde sempre conta da mente e da comunicação, as novas ideias ou formas de expressão poderão atrair situações que façam ver ao próprio a necessidade de moderar o discurso e adaptar o comportamento, sendo que tem ali uma potencialidade terá uma vida para aprender e refinar a sua direcção e uso.
Úrano em transito quando toca um planeta pessoal tem o condão de acordar alguma energia que fazendo parte da pessoa esteve até ali debaixo de controle, por vezes até é na sua essência desconhecida para o próprio de tão silenciosa que se tem mantido. Ao contrário do que acontece com quem tem esta dinâmica natal, quem a experimenta é como se de repente tivesse sido ligado à corrente. Antes de se habituar já expressou o impulso. De repente passa a haver uma necessidade absoluta e inusitada de:

- Sol, de uma afirmação egocentrista.
- Lua, de uma afirmação das necessidades próprias.
- Mercúrio, de novos planos, novas ideias, de avançar rapidamente.
- Vénus, de uma afirmação amorosa, muitas vezes leva a viver paixões fora de contexto.
- Marte, a vontade do próprio é dominante.

Esta fase de excentricidade poderá criar separações do convencional e de comportamentos padronizados, outra sugestão de Úrano, alteração do estabelecido.
Mais do que culpar o acidente, acontecimento ou o outro pelas situações anormais com que se pode ser surpreendido, deverá servir para ponderarmos acerca da "intensidade" que ficámos a conhecer, uma nova consciência do EU e até onde esta nos levou, o que conseguimos com aquele inusitado impulso. Quando percebemos uma fase destas a aproximar-se valerá a pena planear uma nova postura, novos métodos e alguma aceitação já que haverá grandes hipóteses que aquela (s) área de vida vá mudar, podendo levar a uma renovação em diversos planos da vida.

4 comentários:

António Rosa disse...

"Úrano em transito quando toca um planeta pessoal tem o condão de acordar alguma energia que fazendo parte da pessoa esteve até ali debaixo de controle, por vezes até é na sua essência desconhecida para o próprio de tão silenciosa que se tem mantido."

Ai, o meu Sol! Ai, a minha Lua!

:):)

abraço

António

Ana Cristina Corrêa Mendes disse...

:-) haahh pois é António, este e o próximo ano prometem movimento e movimento, não me enganei dose dupla.

Abraço
Ana Cristina

Samsara disse...

Eu bem tento domesticar o amigo Urano, mas ele arranja sempre uma maneira inovadora de me dar a volta.
Bjs.

Ana Cristina Corrêa Mendes disse...

domesticar? Never.
:-)