31 de jul de 2008

Verso e Reverso


Antes que Jupiter saia dos aposentos de Capricórnio, e não sendo isto uma previsão, apenas uma outra visão; para tudo há o verso e reverso...Para os que conhecem os glifos astrológicos, Jupiter e Saturno têm os glifos invertidos um do outro, de pernas para o ar, o efeito do espelho, a lei do primeiro e ordem do segundo. Um aumenta outro restringe...Jupiter expande o que quer dizer que também pode expandir o medo característico de Saturno. Por isso e referindo esta longa visita de Jupiter ao signo de Capricórnio, até Janeiro do próximo ano, nada como ter em conta também o que pode ser o efeito sombra do excesso. Jupiter no seu papel de "aumentador" apenas irá expandir um "padrão" que já lá estava. Em Capricórnio, tem necessidade de fazer coisas e progredir e aumentar. Se for a Lua o planeta que recebe o toque de Jupiter, aproveite a oportunidade de sucesso, atenção que existe outro mundo além do seu, não descure o resto do mundo, amigos e família e aceite as diferenças para não atrair modelos de supressão e controle. Se fôr o Sol, a ambição cresce e é a altura de requerer a sua parte do bolo, pode ser que também veja aumentada a responsabilidade e as dificuldades inerentes...reacendendo velhos receios. Se for Mercúrio é provavel que a comunicação aumente mas o trabalho também...o reverso poderá ser os medos provenientes de pensamentos depressivos e restritivos. No caso de Venus bem a necessidade de se encontrar um amor em que confie aumenta...talvez também a imaturidade em relação a estes assuntos. No caso Marte de repente a maior das coragens e determinações...atenção à cristalização das vontades. Com o próprio Saturno, a sombra será o aumento da restrição, do medo e da ambição...existe um propósito e uma missão, uma fase dogmatica.

O excesso de um grande bem torna-se um mal muito grande.
Jean-Pierre Claris de Florian

2 comentários:

cova-do-urso disse...

Realmente este ano de 2008 tem sido de experiências intensas para muitos de nós.

Estando em Capricórnio, também está debilitado, talvez seja isso que tem feito baixar o preço do petróleo. Não sei bem. Melhor, não sei nada.

No seu caso há, como o Mestre ensina um "sense of purpose".

Um dia bom para si, Ana Cristina.

Abraço

António

Ana Cristina Corrêa Mendes disse...

oh yeah António, é isso mesmo.

Bom dia também para si.
Abraço