12 de set de 2008

Super-homem moderno


O arquétipo do super-homem da nova era, será certamente aquele que incorpora em si o poder da transmutação; já se sabe começa de dentro para fora e se espalha por todos aqueles com quem se cruza e a quem inspira e influencia. Alterando perspectivas, assuntos do domínio de Plutão, agora no palco principal astrologicamente falando. Hoje ao ler esta noticia acerca de Lance Armstrong e a sua volta, o arquétipo da transformação, regeneração e o magnifico poder de influenciar muitos veio-me à ideia. Não será uma coincidência o contacto e activação da predisposição natal pelo transito de Plutão. Todos sabemos a odisseia deste herói moderno na sua luta contra o cancro. Todo o seu esforço me parece impregnado pela simbologia de Plutão, inclusive a doença cancerígena nos órgãos de reprodução; a descida aos infernos antes de subir às alturas. Não sei a hora de nascimento por isso fico-me pelo horóscopo solar, 18 de Set. @ 12hrs, Plano Texas, descurando casas e posições, Sol-Lua em Virgem, a busca da perfeição, um idealismo exacerbado com o intelecto a comandar, afinal Mercúrio é dispositor final, com uma coloração analítica e discriminativa. Plutão como seria de esperar está no pódio, ou seja no Ponto Cardinal, a abraçar Vénus e o Sol, a intensidade de emoções e a sua postura focalizada na sua redenção, reforma e rejuvenescimento, mais valias para os seus propósitos. Como se fosse um símbolo vivo da força deste arquétipo e suas possíveis manifestações. A coragem necessária proveniente numa fé a toda a prova, é reflectida por outra fantástica dupla, Jupiter-Neptuno, em Sagitário a fé só pode ser imensa do mesmo tamanho que o idealismo a nortear aquilo em que acredita, um visionário. Saturno (estrutura) activa Mercúrio (mente), os ideais têm que ser trazidos para a realidade, por certo à custa de trabalho árduo. Por último Marte (energia) 1º aspecto do horóscopo, ao eixo do Nódulo Lunar, (público em geral), não há duvida que esta permuta tem os dois lados, recebe e distribui energia. Em 1996 quando debela a doença, transito de Plutão passava em cima de Jupiter-Neptuno, a grande oportunidade com a grande fé reforçada além de que é conhecida a sua opção por um tratamento alternativo. Outra faceta do aspecto Plutão-Neptuno, terapias alternativas.

To all the cynics, I'm sorry for you, ... I'm sorry you can't believe in miracles. This is a great sporting event and hard work wins it.”
Lance Armstrong

8 comentários:

bandarravet disse...

Boa noite Ana!

Quando se conhecem as personagens de que falas, fica ainda mais fantástica a tua análise! Fico sempre surpreendida! Parabéns

Beijinhos

Maria Paula

cova-do-urso disse...

Bom dia, Ana Cristina,

Um belo exemplo, sem dúvida, do super-homem moderno. Foi toda uma proeza, a deste homem. Ainda por cima teve a sorte de se ter apaixonado pela Sheryl, apesar da relação já ter terminado.

Vou para a Ericeira.

Até logo

António

Astrid Annabelle disse...

Ana Cristina, sempre é bom vir aqui e adquirir conhecimentos múltiplos!
Parabéns mais uma vez por este seu trabalho!
Bjkas
Ma Jivan Prabhuta

Ana Cristina Corrêa Mendes disse...

Olá Maria Paula, ainda bem que a surpreendo -:) beijnho.

António, espero que a Ericeira esteja em pleno tb acabo de chegar. Muitos emails para ler. A da Sheryl também vale a pena olhar. Outro ser humano com H. Abraço

Ma Jivan, agradeço a si e ao universo, os elogios e sei que quando os dirigimos a alguém,podemos contar que virão em dobro para nós. Todos os dias aprendemos tanto, se quisermos. :-) Abraço

Samsara disse...

Cristina, este homem é simplesmente fantástico, perece que tem pilhas duracel,LOL.
Pela tua fantástica descrição consegue-se muito bem perceber porque o faz e como o faz.
Vou seguir de perto.
Beijinhos

Ana Cristina Corrêa Mendes disse...

Olá Sam, obrigada.
Bom FDS :-)

António Rosa, José disse...

Ana Cristina

Vim buscar este seu artigo (exemplar) de há 1 ano para o colocar na Escola.

Já lá está. Muito obrigado.

António

Ana Cristina disse...

Olá António, muito obrigada :) até a mim me fez muito bem hoje relê-lo.

Abraço