11 de set de 2008

Nada se perde


E tudo se transforma, com grandes probabilidades de que essa metamorfose seja resultante de um esforço individual. No que transformamos o dia-a-dia e cooperação com os outros, no que transformamos os desafios que se nos apresentam, no que transformamos o percurso que nos levará até ao destino, refiro-me a padrões de pensamento a influenciar as nossas rotinas, coisas da casa 3 e 6. Todos conhecemos exemplares pessimistas, daqueles que se queixam de tudo e a todos e muitas vezes parece que tudo à sua volta, acaba em desgraça e os outros, os optimistas que constantemente e apesar das dificuldades, conseguem transmitir esperança e bem estar. Pessoas que nos revigoram até mesmo quando desconfiamos que não estão na melhor das fases das suas vidas. Desconfiamos, porque a recusa de se darem como vencidas as transforma em incentivadores natos.
As condições de Mercúrio e do regente da casa da 3, são um indicativo muito claro do processo mental, nunca descurando o todo. Daquele que será este o tom com que nos prenunciamos depois de termos absorvido a informação que acabaremos por transmitir pelos contactos que fazemos. Muitas vezes, esta expressão toma uma forma mais séria, influências Saturninas, mais irreverente no caso de o tom ser dado por Úrano, artística e social no caso de Vénus, com Neptuno poderá não ser muito clara e por vezes até se poderá exalar uma certa agressividade fruto de uma necessidade de defesa. Será sempre importante entender as razões, o porquê das defesas no caso da agressividade, da rebelião no caso da irreverência, entender a causa pode ter um efeito libertador. Afinal a casa 3 é a sexta derivativa, de um dos pais, valerá a pena ponderar sobre o que apreendemos na infância. O reconhecimento é necessário para que se possa transformar um padrão limitador e isolador num recurso de criatividade.

12 comentários:

bandarravet disse...

Bom dia Ana!

Informação registada e em processamento; tenho a minha Casa III, recheada! :)

Parabéns pela novidade....Não se esqueça de ir almoçar as suas gambas no Claustro, senão alguém vai ficar com a pimenta no nariz! LOL

Beijinhos e tenha um bom dia!

Maria Paula

Ana Cristina Corrêa Mendes disse...

muitas ideias é? Obrigada e ainda bem que me recorda, tenho que ir ao lado copiar o post para uma boa causa, mandar para os amigos daquela zona.
igualmente, beijo

bandarravet disse...

Mercúrio, Vênus e Saturno na Casa III e em Gémeos, todos em conjunção!!! LOL

Maria Paula

Ana Cristina Corrêa Mendes disse...

bom para levar a bom termo a concretização de ideias... o pressuposto desta parte do todo. :-)

cova-do-urso disse...

Ana Cristina

Quanto mais pressa, pior. É a terceira vez que tento deixar um comment! =)

É este meu Mercúrio complicado.

Um feedback:

O monitor que uso na editora é daqueles de 14" e não permite ver a letra «E» do título do seu blogue. Em casa, com um monitor muito maior, consigo ver o título todo.

O seu site está cada vez mais bonito.

António

Ana Cristina Corrêa Mendes disse...

Essa das e vezes há dias assim :-)
Obrigada pelo elogio, obrigada pelo feedback...mas ?? eu em grego, como vejo eu tudo no laptop, terá a haver com ajuste de ecran?? hummm tenho que indagar.

Abraço

cova-do-urso disse...

AC

Só hoje é que detectei a diferença.

Tem que ver com as dimensões dos monitores.

Conseguirá resolver reduzindo um ponto o corpo da letra.

A.

Ana Cristina Corrêa Mendes disse...

Sim António, vou providenciar :-) só gostava é de entender pq que no meu (pequeno) vejo tudo. :-) e já agora não vê a barra direita ocre? Pergunto pq o titulo está todo à esquerda? Obrigada entretanto vou já para lá com a caixa das ferramentas...

cova-do-urso disse...

A.C.

Já se vê todo o título. A barra ocre à direita sempre se viu. O «E» do título ia para baixo dessa barra.

Agora está tudo bem.

Se consegue ver no seu monitor é porque ele é maior que 14 polegadas, portanto não deve ser
tão pequeno assim.

Ana Cristina Corrêa Mendes disse...

Obrigada António, bem os que queiram a letra maior é só carregarem na tecla ctrl + (+) e logo põe do tamanho que querem.
:-) tenho que o medir :-)

Astrid Annabelle disse...

Este post tem tudo a ver comigo...da imagem ao texto! No que se refere ao lado otimista...
Perfeito.Lindo!
Bjkas.
Ma Jivan Prabhuta

Ana Cristina Corrêa Mendes disse...

Que bom Ma Jivan Prabhuta, somos duas, também como poderíamos passar energia e fé aos outros, se esta não brotasse de nós. :-)
beijão e obrigada.