22 de out de 2008

da teoria à prática


Aqui há tempos referi de como os livros de receitas (astrológicos) se podem tornar menos benéficos isto sempre que se pretender reduzir a vivência humana ao significado de uma regra, por isso habituei-me a procurar entender os contactos através de vivências, minhas e de outros. Sou uma defensora de que a teoria é importante mas não serve para nada sem a prática. Muitos conhecem a sensação quando terminado o curso e se entra no mundo laboral, armados de teorias que passado um curto espaço de tempo, se mostram ineficazes e se percebe que será necessário mais do que o by the book. Como a vida também nos diz, quase todos os dias, que não há regras ou receitas, cada caso é um caso. Por isso sou uma apaixonada por experiências, as minhas e as dos outros. A preparação e educação promove o nível e alarga as probabilidades. Como os que estiveram no seminário de Setembro se lembrarão, até o Newton teve que sair de casa para lhe cair a maçã na cabeça. Recentemente fui reunir exemplos na 1ª pessoa dos contactos de Marte com Plutão, ou seja quando a vontade se encontra com o poder. Ter sempre em mente que a simbologia tem que se adaptar à realidade de cada um (matriz natal) e não o contrário, evita que se caía no lugar comum de teorias abrangentes e generalidades. Se bem que o contacto destes dois sugira sempre, coerção, persuasão, controle, brutalidade,como um despertar bélico, muito da simbologia de Escorpião-poder-desejo é trazido à tona com este par. Não fossem eles os regentes, tradicional e o moderno daquele signo. Dos vários testemunhos privados que me chegaram às mãos, partilho uma frase de uma astróloga amiga para o Marte a passar por cima de Plutão (no caso arco solar); it's definitelly awakening (Mars) of something we supress (Pluto) or hide secretly for a long time.... no caso contrário convido-os a inverter a ordem; o que acontece quando queremos dominar e submeter vontades. Este jogo tem algo de bondage irá trazer ao de cima diferentes tipos de poderes; religioso, sexual, financeiro quem o vive poderá vir a usufruir da liberdade proveniente da regeneração.

2 comentários:

cova-do-urso disse...

Olá Ana Cristina,

Estou em plena fase de instalar os meus programas e documentos no novo computador e, excepto responder a comentários no meu blogue, nem tenho tido tempo para visitar os amigos.

Levo hoje para casa o Acer e a vida continua.

Apreciei o seu belo texto, mas um contacto desses - Plutão-Marte -, dá-me sempre a ideia de um estilhaçar, de algo que se quebra, para ser reconstruído.

Abraço

António

Ana Cristina Corrêa Mendes disse...

António calculei que estivesse a braços com esse momentos cibernéticos :-)

...é muito provável que algo tenha que ser rompido ou quebrado...a altura certa para dare to.

Divirta-se