5 de fev de 2009

fúrias da natureza


Ao falarmos de vontade e de emoção, se quiséssemos substituir estas palavras por energias, usando planetas para dar nome ás referidas energias, estaríamos a falar de Marte e da Lua. Por isso sempre que encontramos estes dois a trabalharem com intensidade poderá ser traduzido numa convicção emocional, excitamento, aquela pessoa que se atira com tudo a fim de ver as suas necessidades satisfeitas. As fúrias da natureza como gosto de lhes chamar.

Nem todos experimentamos natalmente esta energia (quero dizer quando nascemos não havia no momento contactos entre estes dois planetas) poderemos no entanto experimentar estas energias em certas altura do ano e do mês. Creio que no caso da passagem de Marte, esta sensação de energia extra se torna mais intensa. Marte demora cerca de 2 anos para fazer uma volta completa ao horóscopo, ficando cerca de 6 semanas num signo (poderá ser mais no caso da retrogradação). Por isso vai estar ali um tempinho a dar urgência para que vamos buscar aquilo de que necessitamos, no caso da Lua.

A volta de Marte (quando este em transito cruza a sua posição natal) é simbolicamente tida com uma altura para se verificar,estudar, observar, onde estão as intenções, as matérias da nossa vida que exigem acção, as urgências, onde será preciso que nos apliquemos com força. Falamos em vontade própria, pro-actividade, expressão, iniciar, experimentar, por isso terá que se ter sempre em atenção a polaridade. Falo do ímpeto, do extremismo enfim da hiper-actividade, por isso também é em Marte, sua condição na carta que se encontram os indicadores da frustração .

Voltando ao seu ciclo de 2 anos, quando conscientemente traçamos uma meta e um plano aonde vamos empregar os nossos, esforços, em algum período desses 2 anos, na sua viagem pelos signos, ele vai fazer contactos com a Lua, a natureza do contacto,
o aspecto dar-nos-à mais indicações. Quero salientar é de que poderão ser períodos de fantástica progressão, uma vez que estaremos imbuídos de uma força e convicção que nos pode ajudar a mover os obstáculos mais pesados, a fazer, afirmar, experimentar, arriscar em prol daquilo necessitamos.

4 comentários:

mfc disse...

Obrigado pelo esclarecimento que me deste no post anterior.
Um beijo.

Ana Cristina disse...

mfc, dispõe sempre, foi um prazer. :-)

Maria Paula Ribeiro disse...

Olá Ana,

Fúria, tornado, tempestade, what ever...
Com guia de bordo, é bem mais simples.

Obrigado

Ana Cristina disse...

Pois deve Maria Paula, mas não te dava gozo nenhum :-)
Beijo