9 de mai de 2009

arquétipos vivos


Depois de ter lido o livro e ter revisto recentemente a sua entrevista no programa da Oprah, durante o tempo em que ouvi a drª. Jill Bolte Taylor, a descrever como de repente se via perante a oportunidade de estudar por dentro o cérebro e o fascinante da situação, ela cientista e médica trabalhava e estudava aquele órgão e que agora numa perspectiva tão mais pessoal, iria observar o seu funcionamento por partes. Ela falava da excitação que sentia e de como se sentia bem, como percebia sem entender as palavras ou sequer falar, tinha perdido as faculdades de aglutinação e sistematização, dominadas pela parte esquerda do cérebro.
Dizia eu, enquanto a ouvia comecei a pensar como seria fantástico ter comigo o horóscopo dela para acompanhar entrevista e aquele período da vida dela, não tendo fui pensando nos arquétipos que estavam a ser invocados; Úrano, para um ataque repentino no centro eléctrico do cérebro, o titulo do livro que escreveu My Stroke of Insight e, o acordar revelador de uma nova realidade. Neptuno já que ela descrevia muito bem o estado de puro deleite que tinha, sá por estar, estar viva, dissociada de dores emocionais e memórias ou futuro. Só o presente. Como fazia um esforço para perceber o que lhe diziam quando era tão mais agradável estar naquele lugar na sua cabeça, desligada dos outros, querem mais neptuniano que isto, creio que só com drogas fortes.
O ataque aconteceu a 10 de Dezembro de 1996, não tenho a carta da drª. mas mesmo assim, vendo que Úrano tinha acabado de entrar em Aquário estava na sua potência máxima e Neptuno aproximava-se já em conjunção, muito provavelmente alinhados com algum ponto crucial do horóscopo desta mulher. Espreitando Saturno que estava no Ponto Cardinal, a imagem que me ocorre é a de um general, antes quebrar que obedecer, ela tinha 37 anos, idade da 1ª quadratura depois da 1ª volta.
Não encontrei informações além do ano de 1959 no que se refere ao nascimento, nem sequer o mês, por isso só posso olhar para planetas mais lentos e o que me saltou à vista foi Neptuno que em Escorpião na carta natal em 1996 seria acordado pelo transito de Úrano, seguido pela 1ª quadratura de Neptuno = Neptuno. Saturno entrava em Capricórnio o que daria a natural quadratura já falada.
Ela termina a entrevista mostrando a sala de lazer na sua casa, onde cria e faz aquilo que gosta, casa que entretanto está cheia de cor, cada parede da sua muito diferente do que era antes e explica como se tornou uma pessoa muito mais afável e de como privilegia hoje a parte lúdica e terna da vida. Para quem não conhece este testemunho sugiro um Google e em inglês e português encontraram muita informação.

4 comentários:

António Rosa disse...

Muito bom. Também vi a entrevista.

Tem aqui como a contactar e pedir os dados:

Carta:

Dr. Jill Bolte Taylor
P.O. Box 1181
Bloomington, IN 47402


Email:

drjill@drjilltaylor.com

Daqui:

http://www.facebook.com/group.php?gid=50821560288

Ana Cristina disse...

António, vou tentar a minha sorte mas, notei a completa ausência de mês, local...:-) Grata.

António Rosa disse...

http://www.ted.com/talks/jill_bolte_taylor_s_powerful_stroke_of_insight.html


vídeo

Ana Cristina disse...

sim eu conhecia António, tudo isto ainda torna o caso mais interessante, o percurso as razões que a levaram a...fascinante. Obrigada :-)