29 de mai de 2009

assim mas também


Já aqui havia falado da frustração relacionada com o planeta Marte, já que este em astrologia simboliza o tipo de energia que se necessita aplicar por forma a obtermos o que queremos. Também já terão notado que neste blogue embora a astrologia esteja sempre presente, os signos nem sempre; os estudantes de astrologia poderão entender que o que realmente interessa é o planeta, o seu arquétipo, a simbologia, e a energia associada; o signo vem agrupar, o que acaba por ser redutor quando usado superficialidade. Refiro-me ao abuso e desuso que se popularizou acerca destes; incomodam-me as perguntas do tipo: - de que signo és tu? e os comentários posteriores: ah não me dou nada bem com o signo Y, conheci uma vez... A personificação dos signos, quando todos temos um pouco de tudo, já para não falar da imagem deturpada que se dá a uma área que tanto preservo e respeito. Por isso também muitas pessoas que já sabem que há mais do que isto de signos e que até a usam como ferramenta preferem manter o facto em segredo. Outro dia num episódio do Dr. House, a propósito de uma confusão, assinar ou não assinar um papel, até ele com o cinismo que o caracteriza perguntou se o Mercúrio estava retrógrado...ri-me claro, já é um passo em frente ás piadas estafadas dos signos.

Mas eu comecei por falar de frustração e com Marte em pleno ou seja afirmar-se por aquilo que é iniciador, obstinado e, em se tratando de quem é mais pelas acções do que pelas palavras. Tem andado de mão dada com Vénus que no horóscopo simboliza aquilo que se idealiza como agradável, bonito e nos sugere padrões de comportamento a adoptar socialmente; juntando os dois uma vontade de expressão e afirmação sensual e criativa, a necessidade de iniciar. Este par é conotado também com uma carga de energia sexual, o que faz todo o sentido atendendo à sua história mas não é só. Marte e Vénus quando juntos na carta natal, muitas vezes também sugerem que a pessoa tenha qualidades de promotor e de vendedor, não o da banha da cobra, mas aquele que tem energia para apresentar e/ou promover as coisas belas, já que para esta pessoa estas coisas são importantes, por isso o faz naturalmente.
Estando sob a égide do signo que em estão neste momento, a necessidade será de iniciar e de se mostrar logo se esta for repetidamente reprimida dará lugar à frustração, como acontece nos horóscopos onde existe um contacto tenso com Saturno, até a pessoa aprender a usar a estratégia sugerida por Saturno. Se for com Jupiter temos o oposto a expansão daquela necessidade mas que se não tiver uma pitada de matéria para dar corpo à inspiração do Fogo, teremos o chamado fogo de palha.
No caso de Marte receber um forte contacto de Úrano, veremos as características de Marte estarão atiçadas, a invenção e o MacGyverismo; juntando a experimentação com a originalidade e excentricidade. Assim haja depois a educação necessária para que esta qualidade seja canalizada positivamente. No caso de Neptuno, citando Noel Tyl carisma; teremos a aplicação da energia envolta em ilusão e inspiração, misteriosamente envolvente, o que também pode dar para a asneira quando o manto da utopia cobre o Fogo. Com Plutão o contacto pode indiciar brutalidade, um braço de ferro para ver quem é mais forte, usando as respectivas armas para manter o outro dominado, no seu melhor aprende-se e disciplina-se a cultivar a união o que será mais forte e poderoso que o domínio excessivo.

10 comentários:

António Rosa disse...

Ana Cristina,

Delicioso.

:)

Ana Cristina disse...

António :-)

Adelaide Figueiredo disse...

Ana Cristina,

Tão completo! Não falta mesmo nada :)

Bom fim de semana

Abraço

Ana Cristina disse...

Adelaide, grata mas :-) há sempre mais qualquer coisinha a acrescentar refiro-me à sempre enriquecedora experiência pessoal. Bom FdS.

Anônimo disse...

Olá, Ana.

Gostei do post. "Quando o manto da utopia cobre o fogo"... Praticamos asneiras motivados por utópicas ilusões... Uma experiência pessoal.

Outra coisa que recentemente descobri pesquisando e confirmei na minha experiência é que se um planeta pessoal está conjunto a um transaturnino retrógrado, ele passa funcionar como se estivesse retrógrado. Por isso meu Marte conjunto ao meu Netuno retrógrado funciona pra dentro! É muita energia e intensidade focada no mundo interior e pouca iniciativa no mundo externo.

Abraços, Sandro.

Ana Cristina disse...

Sandro quando um planeta pessoal forma um aspecto tenso, com qualquer dos "pesos pesados", Úrano, Neptuno ou Plutão tende a ser influenciado pela energia do mais forte, é uma luta desigual. Grata pela visita. :-)

Maria Paula Ribeiro disse...

;-) Ana, finalmente um tempo de ler e comentar.

O teu ponto de vista sobre signos deu-me riso... ;-) Não acho que por cada mm que andemos, culpemos ou abençoemos os signos ou planetas. Como tu bem o dizes estaríamos longe de viver,seria paranóia!!!!!!!

É como pegar no vocacional é dizer a uma pessoa frustrada com a vida... que está assim porque fez o contrário ao seu "dom" Será que entenderia????

Agora, podemos sim, ver mais claro com o conhecimento da astrologia... e como diz o ditado "Quem tem olho em terra de cegos é rei! ;-)

Quanto ao resto, Vénus e Marte, dão-me bem que fazer! ;-)

Beijinhos e bom fim de semana

PS: Cada vez gosto mais do House!!!!!!!

Ana Cristina disse...

Mª Paula, creio que não percebi o teu comentário :-) Bom FdS para ti também.

Astrid Annabelle disse...

Ana!
Como é bom "ouvir você falar!"
Sempre aprendendo...
Recebi seu recado e seus parabéns!Não estive ainda no Facebook mas já lhe agradeço de coração...ainda tem bolo e champagne para você quando chegar!!!
Um beijo grande
Astrid

Ana Cristina disse...

Astrid espero que esteja a passar um dia fantástico cheia de carinho, oba champagne vou lá passar... beijo no coração.