22 de mai de 2009

singularidades


Não sendo a 1ª vez que aqui refiro o fenómeno virtual enquanto ferramenta de partilha e socialização. Com Neptuno em Aquário, portanto sob a égide de Úrano, a massificação e propagação do grupos e do modismo e de qualquer que seja a mensagem no meio internético pode sempre passar de onda a tsunami, num abrir e fechar de olhos.
Os meios como a TV, a fotografia e o cinema representados por Neptuno enquanto arte que chega e faz sonhar muitos, não pode deixar de fora a Internet enquanto veiculo de expressão artística, já que a invenção e tecnologia fica por conta de Úrano.

Recordando que Úrano neste momento em Peixes, disposto por Neptuno, estão os dois em permuta de casas ou seja em recepção mútua; os valores do grupo são importantes mas a singularidade e individuação também o é e neste novo mundo cada um terá que descobrir o seu caminho da sua. Mais difícil ou mais exigente já todos temos acesso a tudo, a igualdade das bases exige que o génio de cada um se manifeste para que seja reconhecido pelos seus pares.

Desde que sou bloguista que frequento muitos blogues e de variadíssimos géneros, há uma série deles nonsense que visito e fico agradavelmente surpreendida, com quase todos aprendo algo e é isso que me faz lá voltar. O que me fascina num blogue é a sua singularidade, o que ele tem e que não encontro em mais nenhum, a diferença que vai para além do tema em si. A dona da 1ª imagem que ilustra o post, Fada Moranga, já não me lembro como cheguei ao blogue dela, provavelmente via Cova do Urso, mas desde o 1º dia que fiquei fascinada pelas cores, brilhantes e harmoniosas, o que na minha perspectiva não é fácil. Acima de tudo faziam passar uma mensagem única. Neptuno como sabemos também rege a imaginação e quando uma área é por ele tocada não há como evitar uma forte componente estética. Reconhecer uma assinatura, o cunho pessoal que é apanágio de um Úrano atiçado no mapa pessoal. Usei o blogue da Fada para exemplificar o carácter pessoal patente um blogue, já que no caso é bem demarcado. Não é p único nem vou inúmerar os demais, não é minha pretensão ajuizar ou apontar preferências, bem pelo contrário estou a falar das diferenças que me prendem, quando ao nos distinguirem nos fazem sobressair.
A imagem de um blogue diz tanto acerca do seu dono e por isso ele deve que ir evoluindo e se transformando à medida que o seu criador evolui. O António Rosa com as entrevistas completou este quadro com legendas. Ele António não esconde como gosta da dinâmica da troca e é generoso neste processo, honrando Mercúrio em alta no seu horóscopo. Ao contrário de mim que tento ter o menos possível no meu espaço e até para anunciar os meus eventos o tento fazer da maneira menos espalhafatosa possível. Já nos rimos das nossas diferenças.

Houve agora uma revoada de selos os quais agradeço e acho piada, o outro veio da mão de uma princesa, não vou pôr nenhum no meu blogue como selos permanentes, mas quero agradecer a quem mos ofereceu. Espero que não haja melindres, já que neste espaço me farto de falar de que temos que ouvir e respeitar as nossas razões, por isso aqui ficam as minhas. E o meu obrigada também.

16 comentários:

Samsara disse...

Olá!

Ficou mesmo Catita :-)

Beijinhos

Ana Cristina disse...

:-) Sam.

António Rosa disse...

Nice, nice!

Catitíssimo.

De facto, foi uma coisa súbita isto dos selos.

Mas esses dois que ilustrou são ÚNICOS na blogoesfera, pois não têm regras, não exigem que se passe para outros 5 (ou 7, ou 10) blogues, não exigem que se coloque o nome/endereço de quem ofereceu e muito menos do seu criador.

Os selos, regra geral, têm um propósito: dar a conhecer o blogue emissor ou criador da ilustração.

Para se atingir o objectivo criam-se regrinhas simples e passar para outros blogues.

Tudo isto é compreensível, pois é uma forma relativamente rápida do autor do selo dar a conhecer o seu blogue.

Mas como há uma geral tendência para a «não se fazer bem o que deve ser feito», acontece que muitos selos não têm incorporado o endereço do blogue que o criou. São os neptunianos. Os despistados. Aqueles que gosto de conhecer.

Claro que tudo isto está bem envolto nas questões emocionais do dar e do receber e do ser lembrado.

Por isso, a minha enorme admiração pela Fada Moranga e Patrícia Azenha que fizeram um selo sem regras.

Gostei muito de os ver aqui, com a respectiva análise astrológica.

Nice, nice.

De facto, eu adoro uma boa tralha no meu blogue.

Muito obrigado

Abraço

Ana Cristina disse...

António é que não tem mesmo de quê e é uma grande verdade e o que destinge estes 2 selos :-) eu é que não tenho prateleiras para os bibelots mas quero que todos os conheçam. Até logo :-)

Maria de Fátima disse...

Olá Ana Cristina realmente os selos ficaram muito lindos.Gostei de ler o post.Beijinhos e bom fim de semana.

Ana Cristina disse...

Obrigada e igualmente para si :-)

Maria Paula Ribeiro disse...

Bom dia Ana,

"O que me fascina num blogue é a sua singularidade, o que ele tem e que não encontro em mais nenhum, a diferença que vai para além do tema em si."

O teu é exactamente isso!:)

És directa o qb (o oposto à tagarelice geminiana), concisa com um cunho misterioso, e esplendidamente didáctica! ;)Única!

Uma linda e merecida homenagem aos nossos amigos comuns

Beijinhos

Ana Cristina disse...

Maria Paula e tu não ficas nem um ml atrás...fizeste do teu canto único :-) beijo e obrigada pelo carinho.

Christiane Forcinito Ashlay Silva de Oliveira disse...

Amiga Ana

Arrepíou....

Nossa!!!! O simpósio é sobre as questões do "O indivíduo"...

Meu mapa tem um URANO na 1 oposto SATURNO... e vou deixar comentários só até aqui. :)

Estou muito feliz! E correndo bastante. Hoje é o último dia de simpósio... Conehecendo pessoas de todo o mundo e aprendendo muito... Pessoal é a vida que desejo para mim... Como relacionar realidades tão diferentes da que vivo em casa?

A vida acadêmica é o meu caminho... Isso é CERTEZA INDUBITÁVEL!

Beijão!

Segunda feira estarei com mais tempo para escrever....

Chris

Ana Cristina disse...

:-) Chris um dia convencional e anti no outro; divirta-se e aproveite :-)

Adelaide Figueiredo disse...

Olá Ana Cristina,

Os selos ficam mesmo bem e são lindos. Gosto muito de os ter também, na minha casa cibernética.
Aliás são a recordação de um dia memorável para mim:)
Estes selos são mesmo catitas, feitos por pessoas catitas:))

Abraço

Ana Cristina disse...

Bom ser do agrado geral Adelaide :-)

Fada Moranga disse...

Ai Ana Cristina, que gracinha! Ri-me com o Urano aticado :-))) Eu criei este "selo" porque andava a reparar nos selos que por ai andam com regras e perguntas e nao sei que mais... Ora como ja sabe, as regras e eu, eu e as regras... Viva o selo livre! Vivam os portes pagos!

Fique ssugadita, eu prefiro berlindes a melindres.

Bem haja pela referencia.
Um grande fim de semana e beijo*de Fada

Ana Cristina disse...

:-) Fada eu também gosto de berlindes :-) aqueles com o arco-íris por dentro. Beijo e bom fim-de-semana :-)

FadaMoranga disse...

Eu ainda tenho berlindes do tempo dos pirulitos! Como diz o Antonio: sou muito antiga... :-)))
Beijo*de Fada

Christiane Forcinito Ashlay Silva de Oliveira disse...

Eu quero mais simpósios.... :(

Quero mais uranos....neturnos....

ai ai ai... quero mais....