5 de jun de 2009

aprender no mundo


Numa sucessão de ideias, tenho vindo a falar das Casas e nesta fase perfilava-se a e, por coincidência tem-se falado amiúde de Jupiter atendendo ao seu actual transito conjunto a Neptuno e, a quem Júpiter cedeu a regência do signo de Peixes. Nunca esquecendo de que quando se fala em regências mesmo considerando as modernas, quem estuda astrologia sabe que quanto maior o conhecimento que se reúne melhor interprete será e por isso nada descura, bem pelo contrário.

Interessante como Júpiter foi reger a Casa das filosofias, das visões, da fé como que a legalizar os assuntos da sua Casa inicial a 12ª, sendo a 9ª Casa a décima derivada a contar daquela, em busca do reconhecimento que lhe é devido. O tipo de recompensa que cada um procura é-nos sugerido pelo Elemento em que se encontra, o reconhecimento que cada um de nós assume como devido.
Quando falamos de Júpiter não podemos esquecer a assertividade que lhe é característica, Plutão que simboliza a perspectiva na 9ª Casa sugere o autodidacta, não aceita qualquer profeta, cioso da sua própria filosofia.
Esta é também a Casa das grandes viagens, hoje viaja-se por lazer percorrem-se milhares de km para passar dias inteiros esticados ao sol numa praia, mas as grandes viagens começaram por ser um meio difícil e arriscado de se ir buscar conhecimentos que não estavam ali nas vizinhanças, como é a aprendizagem simbolizada na Casa 3. Para incrementar este conhecimento enfrentaram-se monstros e descobriram-se outros costume e bens daí ao comércio externo foi um pulo, não esquecendo a necessidade de se levar a fé ou melhor dizendo as crenças que se mantinham. Hoje uma Casa 9 povoada, como tudo a astrologia terá que ter em conta a era em que vive, sugere-nos comunicações e internacionalismo muitas vezes esta porta é aberta pela profissão, não havendo já a necessidade de levar se a fé, ainda se comercializam, conhecimentos e bens. Também sugere uma grande necessidade de fazer o que se pensa ser o certo e o correcto e por isso a necessidade de ser assertivo e influenciar outros.
Consoante a idade e a forma como se tem conduzido a vida, planetas nesta Casa ou o regente pressionado poderão indicar, estudos superiores, viagens, negócios internacionais ou assuntos legais.

10 comentários:

António Rosa disse...

Bela descrição da 9, onde tenho lá Júpiter. É uma das casas mais generosas do zodíaco, ou não fosse Zeus o Senhor o Olimpo, apesar mas muitas matreirices que faziam. :)

Maria Paula Ribeiro disse...

A minha 9 em Sagitário esta solitária, mas não foi por isso que não viajei fora para os meus estudos (estágio final de Vet em França).
Talvez por isso, Júpiter N se encontra na 11, em Aquário, ;-) O universo é sábio!

Mas hoje viajo e bem longe diariamente, na blogosfera! ;-)

Adelaide Figueiredo disse...

Ana Cristina,

Este post faz uma bela descrição da casa 9. A minha tem lá Úrano.:)
Dia feliz

Ana Cristina disse...

António, caso para dizer que é generosa para quem merece :-)
Bom FdS

Ana Cristina disse...

Mª Paula, aí tens a prova que não é o facto de uma Casa não ter planetas que torna essa Casa menos importante...

Ana Cristina disse...

Adelaide há sempre mais a dizer mas tenho-o vindo a referir sempre que falo de Júpiter. Grata.

Fada Moranga disse...

Ana Cristina, este tema eh-me muito querido! Jupiter rege a minha 3 e anda sempre de maos dadas com Venus. Oh que Amor! :-)))

Beijos***deFada

António Rosa disse...

Olá Ana Cristina

O novo artigo de Noel Tyl já se encontra no site da Escola Nova-Lis. Até logo.

Ana Cristina disse...

Fada o que está patente na forma e dimensão com se expressa, diremos que vc lhe veio dar cor :-)

Tenha um bom dia :-)

Ana Cristina disse...

António vou já lá ver e vou ver se ainda esta semana traduzo outro, é sempre uma forma de rever e aprender :-) Até logo e obrigada.