25 de ago de 2010

facilitar é preciso

Afortunados daqueles que vivem com metas, acreditam, têm a visão de onde querem chegar. Vencedores são aqueles que não perdendo de vista o seu sonho, vivem o presente. Aproveitam as oportunidades, acertam o caminho, praticam a flexibilidade...porque sabem que o sonho é deles e só o poderão enriquecer, aprimorar

Quantos de nós não conhecemos pessoas, que se deixaram ir, sem deixarem de ser eles mas que foram fazendo, agarrando o que lhes aparecia de uma forma desprendida, até que um dia, de repente (parece aos que fora observam) chegam aonde queriam ou ainda mais longe.

Lembrei-me dos vários exemplos ao ler a biografia de James Cameron, nascido a 16 de Agosto de 1954, com o Sol em Leão e alimentar uma Lua em Peixes uma grande necessidade de encontrar o ideal, entender as impressões e trabalhar com intangível. 
Segundo consta desde muito jovem que a sua imaginação era grande, cedo começou a escrever histórias de ficção cientifica.

"I liked science and I thought I might want to be a marine biologist or physicist. But I also liked to write, so I was pulled in a lot of different directions. I liked the idea of an ocean, even though I'd never seen or been in one. I loved the idea of being in another world, and anything that could transport me to another world is what I was interested in."

Não há dúvida que aquela Lua se manifestava. Depois de terminar o seu curso, trabalhou algum tempo como motorista, realizar filmes parecia ainda um sonho, no sentido que não estava ao seu alcance.
Em 1977 quando vê o Star Wars tem uma reacção idêntica à que tinha tido quando muito jovem vira 2001 - Odisseia no Espaço, que o acordou para o sonho de fazer filmes.
Olhando a carta solar, no ano de 1977, Úrano em cima do seu Mercúrio (Arco Solar). A sua forma de pensar a agitar-se, alturas em que súbitas mudanças nos ocorrem.
Nas várias biografias disponiveis na internet, parece ser em 1981 que James tem a sua grande oportunidade; naquele tempo a sua Lua recebeu aspectos dinimizadores de Saturno, a disciplina e resiliencia necessárias para se dar corpo ao projecto e/ou sonho e, de Neptuno que em se tratando de fimes, faz todo o sentido que lá esteja, a parte criativa. Também é referido que a época de grande envolvimento no trabalho, terá sido a causa da sua separação. Passando à frente já que acerca destes assuntos só o próprio poderia atestar.

Muitos de nós por vezes temos a tendência para encarar os revezes ou alterações de vida como entraves e não como oportunidades, quando se trata de alterarmos por não dá mais com Saturno ou disciplinar-nos, de deixarmos morrer para dar lugar ao novo com Plutão, de estudarmos, viajar ou outra forma de expandir com Júpiter, da nova ideia que nos parece louca e nos quer libertar com Úrano. Ou de cultivarmos um sonho com Neptuno ou mesmo pararmos antes que nos dispersemos.

Na maior partes das vezes, em consultas, verifico resistências para manter com Saturno, muitas vezes desespero e sofrimento com Plutão, de alguma indulgência ou falta de direcção com Júpiter, de medo do novo ou da mudança com Úrano e com Neptuno uma grande dissolução.

Estas alturas chamadas de desenvolvimento e crescimento, carecem de um esforço suplemnetar de optimismo de fé e perceber que não normalmente o caminho é bem mais fácil se nos deixarmos ir. Por vezes parece ser tão difícil facilitar.

10 comentários:

Shin Tau disse...

Ana Cristina

a sincronia com um texto que fiz hoje para alguém foi tão forte que criei um post especial a destacar este, espero que não haja problema!

Podes vê-lo aqui http://tarotdashin.blogspot.com/

Obrigada, pois complementaste mesmo o que eu queria dizer e toscamente saiu.

Um abraço

Ana Cristina disse...

Shin Tau, não há problema algum :) é sempre bom ser citada :)

Grata e votos de um fantástico dia.

Maria Paula Ribeiro disse...

Boa tarde Ana,

Mais um belo texto e uma bela reflexão.

"naquele tempo a sua Lua recebeu aspectos dinimizadores de Saturno, a disciplina e resiliencia necessárias para se dar corpo ao projecto e/ou sonho"

Imenso trabalho....

Mas creio ter a fé e "teimosia" necessárias em seguir e concretizar um belo sonho...

E tinhas razão, uma vez mais...imenso trabalho...
Beijo grande amiga e Bem-hajas!

MP

Maria Aguiar disse...

Perfeito seu texto, pena que a gente demore tanto tempo para perceber tudo isso e deixar fluir....
bjs

Ana Cristina disse...

Não tenho dívidas que tens MP :)
Beijo e obrigada.

Ana Cristina disse...

Maria Aguiar :) bem-vinda, é verdade tornaríamos a nossa vida tão mais fácil e serena.

Grata pela visita, abraço.

Adelaide Figueiredo disse...

Ana Cristina,

Este texto dá um belo conselho. É caso para dizer sonhar, planificar, trabalhar e deixar acontecer. Claro que estou a pensar olhando para mim e lendo o seu testo.
Grata.
Abraço

Ana Cristina disse...

Adelaide e que tudo se vá desenrolando a seu contento :)

Abraço

António Rosa disse...

Ana Cristina,

Como é que este artigo me escapou? Devia andar muito neptuniado...

Excelente análise, elegante e impecável.

Ana Cristina disse...

Obrigada António, acontece :) eu tenho que descansar um pouquinho antes de ir ler a sua análise ao mapa dos E.U. :)

Abraço