20 de abr de 2012

cardume de pessoas

mudança de paradigmas, novo ciclo, novos tempos, chavões que enchem bocas e ouvidos. Como um cardume o qual não existia se não fizéssemos parte dele.

 Já para não falar dos negativos que por razões colectivas e pessoais não deixam ninguém indiferente. Cada um estará a sentir este grande período de mudança e todos sabemos que estes muitas vezes se apresentam como saltos no abismo, sejam em forma de desemprego, divorcio, doença ou morte.

 Algo que deixou de estar/ser como era, resta a atitude de cada um, Úrano em Áries exulta o individuo ao risco, Áries é o iniciador, muitas vezes isolado, Úrano rege um signo colectivo, iniciar para e com o colectivo, a individuação.

Saturno o grande regulador, em Balança, os relacionamentos, as alianças têm vindo a ser avaliadas, restringidas e reforçadas; a ideia é mesmo só ficarem as devidamente alicerçadas. Deixando para trás as fracas e descompensadas.

Plutão continua em Capricórnio, arrasando com o estabelecido, não há lugar para remendos mas, para se acertar contas, expurgar e (re)começar com idoneidade.
Uma nova ordem que se perfila, enquanto isso aqui e ali abusos, estes também reflectidos por Plutão em Saturno; o medo da perca que quer controlar pela força.

Nesta fase o lamento não ajuda e pelo contrário atrasa, por palavras e pensamentos agarramos-nos ao passado. Muitas vezes esta mudança, a um nível pessoal vem na forma do que nos parece ser uma perca de status; o emprego que se foi e por isso já não conseguimos SER aquilo que assumíamos ser para os outros. Estão em jogo as cristalizações e segurançazinhas pessoais. O que resta a atitude de cada um.

Neptuno em pleno curso em casa própria, o colectivo e o entendimento superior, holistico. Não somos um mas parte todo =  responsáveis pelo todo.

Vamos assistindo a um multiplicar de acções em prol dos desfavorecidos, doações (não incluo as que tiveram como fim descontos no IRS). O despertar da religiosidade pessoal, alteram-se valores, reconhecem-se as futilidades; Neptuno a nível pessoal, cobre, dissolve, pode dar lugar ao desinteresse pelo status. O que resta a atitude de cada um para se interessar, criar.

Em Outubro, Saturno entra em Escorpião, individualmente os planetas da carta pessoal a receberem o contacto desta visita prenunciam as linhas mestras, talvez mesmo recordando os anos de 1983-85. No colectivo a seriedade perante assuntos como a prepotência, sexualidade, dinheiros públicos e morte. De notar que Plutão estará na casa de Capricórnio, acontecendo a mutua recepção ou seja estes dois senhores fortalecem-se um ao outro.

O que podemos esperar; conservadorismo e responsabilidade o que me parece fazer todo o sentido perante o que vivemos actualmente.

4 comentários:

Maria Paula Ribeiro disse...

Boa noite Ana,

Sempre em grande...e actual! ;)))

Estou a sentir na pele Úrano em Aries...

Beijo e grata pela sempre boa sabedoria!

Ana Cristina disse...

:) sim...tu pertences ao grupo que não pode ignorar o bzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

beijo e obrigada pela visita.

Astrid Annabelle disse...

Somente hoje que percebi seu novo post Ana Cristina!
Eu gosto muito da maneira como explicas os fatos!
Sempre sua fã...
Beijo
Astrid Annabelle

Ana Cristina disse...

:) veio em tempo obrigada Astrid.
beijo enorme