28 de abr de 2008

Wondering & Wishing


Em vez de combater e fragmentar, uma prática holística torna-se a única forma inteligente.

No último seminário (refiro o seminário anual exclusivo para estudantes de Noel Tyl), foram apresentados por uma colega formada e a praticar Psicologia Clínica, casos clínicos reais e como ela alia os conhecimentos astrológicos para diagnóstico. De como esta ferramenta lhe possibilita o ir directa ao fulcro da tensão.
Como este conhecimento lhe confere a vantagem de chegar ao que realmente interessa numa primeira consulta.

Esta noticia made my mind wonder; não é difícil com Mercúrio conjunto a Neptuno, quase não preciso de razões para viajar, se calhar preciso é de razões para parar. Com a conjunção em Escorpião é incessante a necessidade de saber, aprofundar ir além do visível e entender. (Idealismo) De um dia viver num mundo mais coeso onde tudo faça sentido, onde a fé não seja motivo de guerra mas pelo contrário a base do entendimento.

Escorpião signo mal afamado de que nada o detém, não medem, não perdoam....os kamikase do Zodíaco, regido por Plutão (Astrologia moderna), não se contenta com meias soluções, não importa a dor inerente à transformação, à libertação. Tudo isso e muito mais, será da responsabilidade de cada um o uso da sua fonte de poder.

Domínio da casa VIII (valores dos outros, renascimento, muitas vezes activada na altura de um parto, morte, e claro está parte do perfil sexual, la petit mort)Elemento Água (profundas) a intensificar o emocional, qualidade Fixa, persistente.

Sendo verdade que não esquecem, até porque não se pouparam a dores ou esforços para entender, nem que para isso seja necessário descer aos infernos para depois já purgados atingir as alturas, o renascimento da Phoenix.

Todos, com mais ou menos peso, temos um palco na nossa vida em que estas forças e energias simbolizadas por Escorpião se reflectem, se não mentalmente (Mercúrio), poderá ser na necessidade emocional (Lua), ou expressão social (Vénus) ou ainda na aquela energia que nos impele (Marte)

Nenhum comentário: