6 de jan de 2008

Actualidades


A Astrologia veio colmatar em mim alguma daquela necessidade de entender, falo daquele entendimento da causa das coisas; um desatino constante.
Com a Astrologia passei a ter um laboratório para análise do mundo que me rodeia, onde também eu sou uma cobaia.
Encontrar a ponte entre a sua simbologia e a realidade, o meu continuo fascínio.


Capricórnio é o signo que rege as instituições, organizações, estruturas, na berlinda desde o fim de Dezembro, com a entrada anual do Sol no signo, este ano e depois de 12 anos acompanhado por Júpiter .
Quero eu dizer que tudo o que é simbolizado por Capricórnio está debaixo do "spotlight"; neste momento abrir o jornal ou ligar a TV num qualquer canal de noticias, além do futebol teremos a senda BCP/CGD /BP, não é a da gasolina. Para o caso, três instituições de avultada dimensão.

Se considerarmos que Plutão está a fazer uma aproximação de respeito aos valores viscerais das estruturas, normalmente os efeitos começam a ser sentidos antes, temos a Astrologia a reflectir a realidade.

Um bom astrólogo ao serviço de uma estrutura poderia ter alertado para estes tempos e hipotéticos cenários.

Nenhum comentário: