7 de mai de 2009

Movimentos planetários & reflexos sociais


Aqui falei de como em 1980 que o termo Yuppie se popularizou, eram os young urban professional, a geração de profissionais para quem o status profissional era tudo e a única forma de se estar na escalada do poder social. A perspectiva de Plutão em Virgem, afirmar-se e usar o poder pessoal de forma prática, ser útil e correcto era uma forma de poder, de cooperação com outros, era a geração que nascida no final de 1957 e inicio dos anos 60 beirava os 20 e poucos anos, na recta final da educação universitária, preparava-se para fazer a sua entrada na vida profissional.
Saturno transitava em Virgem, como agora passados 28-30 anos. Também naquela altura era sugerida a necessidade de uma de disciplina e de trabalho árduo e a geração não tinha tempo a perder. A ideia de um trabalho para toda a vida foi posta em causa e a necessidade de tornar as vidas mais regradas também. A época era de crise económica e nos países socialistas e o sindicalismo ganhava protagonismo.
Este trânsito de Saturno fazia um aspecto tenso com a Neptuno que transitava em Sagitário, a reflectir um enorme idealismo e o escapismo de alguns membros desta geração, que escolheram outros caminhos para procurar o seu sonho. O aspecto tenso Saturno - Neptuno indicador da necessidade de acertar agulhas e encontrar o ponto de equilíbrio entre a realidade e um idealismo desmedido. Correndo o risco de alguns sonhos nunca passearem a realidade e de alguns planos se diluírem ou então de edificar uma estrutura de sonho, com estes dois provavelmente social.

Na altura e para exemplificar esta polaridade; Lech Walesa, que foi então um herói para muitos, sentiu na pele a dicotomia e esta sua citação é muito esclarecedora da dinâmica:

I knew right from the start that those who carried me on their shoulders will hurl stones at me one day. How was I to tell the workers 'now you will all be jobless'? But we had no choice.”

Úrano estava em Escorpião, ser individualista para liderar, a individuação que por vezes era uma sede desmedida de importância. É nesta época que a se descobre o vírus da imunodeficiência adquirida (SIDA), também muito a propósito a atribuição esta doença aos comportamentos sexuais. Nesta altura Plutão transitava na recta final de Libra, a instituição do casamento e/ou pareceria intimas em reforma.

Neste momento os jovens de então estão ou acabaram de atravessar um importantíssimo ciclo de vida, estão a reafirmar-se socialmente, profissionalmente ou em alguns casos a mudar e a recomeçar uma vida completamente diferente. Saturno em Virgem de novo, a preocupações alimentares, qualidade e preservação, a vida regrada que se abandonou, a necessidade de adoptar medidas de contenção no dia-a-dia, tudo reflexos com que estamos familiarizados.

Nesta altura o aspecto tenso é entre Saturno – Úrano que em Peixes, parece contribuir para espalhar a onda de instabilidade, de mudança a qualquer hora; se de um lado um tenta estabilizar e conservar o outro vai lembrando que se esteja pronto para a mudança radical e de que ás vezes é melhor recomeçar. Neptuno com Júpiter em Aquário parecem vir dizer, para acreditarmos, confiarmos que a única via é a do trabalho colectivo e não numa atitude conformista e de acomodação mas pelo contrário, a atitude individual o de cada vez uma maior responsabilidade de cada um como ser único, o arquétipo de Aquário.

12 comentários:

Maria Paula Ribeiro disse...

Boa noite Ana,

Gosto e sinto muito Saturno. E o teu último parágrafo é sublime.
Preparar um novo projecto que Úrano talvez me tenha mostrado nestes tempos novos (não aquele que te confessei há tempos), mas de forma consistente e individual, que se irá repercutir em prole do todo.
Estas mudanças têm mexido demasiado comigo mas agradeço Saturno por me restringir um pouco o meu impulsivismo ;)

Muito bom!

Agora sim, depois das arrumações da festa, vou finalmente ao ninho!

Beijinhos

Ana Cristina disse...

:-) Grata Maria Paula e, relativamente aos teus assuntos :-) não me espanta e estava à espera. Bjocas,

Maria de Fátima disse...

Olá Ana Cristina eu posso comentar poucas vezes o seu blogue, mas gosto de o ler todos os dias.Eu penso que todos precisamos uns dos outros em termos gerais e não só no trabalho.Viver em sociedade é isso mesmo e não virados só para nós próprios.Beijinhos.

Ana Cristina disse...

Bom dia Maria de Fátima, em geral é assim :-), viver. Grata pela visita. Votos de um excelente dia.

Maria Paula Ribeiro disse...

Ana, recebi a indicação da Jeanne sobre este blog sobre animais e o seu do lado espiritual!

;) pode ser que gostes!

http://marcelbenedeti.com.br/blog/?page_id=81

António Rosa disse...

Ana Cristina,

«a preocupações alimentares, qualidade e preservação, a vida regrada que se abandonou, a necessidade de adoptar medidas de contenção no dia-a-dia, tudo reflexos com que estamos familiarizados»

encaixo-me perfeitamente nesta descrição. cuidar de mim.

Ana Cristina disse...

Maria Paula gostei de conhecer, obrigada. Lembras-te de te ter falado de uma colega minha, que faz um trabalho muito interessante com animais e não só? Deixo-te aqui o link do site dela:

http://www.powerpaws.com/

Ana Cristina disse...

António, movimentos colectivos a que uns estão mais sensíveis que outros :-) até logo.

Maria Paula Ribeiro disse...

Ana,
;) Grazzie, já está nos fav. Só dei um lamiré. Hoje parece que quanto mais faço, mais ando para trás... esquisito mesmo. ;) Para não falar de uma pasta inteira de fotos que simplesmente desapareceu... "vida macaca"
;) Jinhos

Ana Cristina disse...

Maria Paula, o nosso amigo urso bem avisou Merc Rx :-) backups :-)

Christiane Forcinito Ashlay Silva de Oliveira disse...

Ana

Incrível...

Pela filosofia posso dizer que há no ar uma "revolução sim por via espiritual" que eu diria que está se mostrando um retorno ao antigo tanto a nível de religião tradicionais como também as "novas eras" e retornos ao "sagrado"...

Quanto à nível pessoal, estou mesmo trabalhando duro não só ara conseguir minha indepenência financeira como profissional, mas minha alteridade e isso está por incrível que pareça revolucionando aqui em casa. procuro minha estabilidade numa pura revolução, e estou pronta para quebrar Tudo.. Queimar tudo... PLUTão em conjunçaõ com vênus este ano inteiro..... Olha gente, por isso que eu falo que não vejo a hora de 2010 vir logo

Quero liberdade, minha alteridade, meu trabalho, independência, respeito, poder andar sem ter que pedir "Posso?". Comprar um presente nem que seja de baixo valor sem ter que pedir permissão... POder falar o que penso, ser amiga das minhas amigas e dos amigos... Poder ir a conferencias filosóficas em qualquer parte do mundo nem que tenha de pedir dinheiro emprestado e pagar depois e ficar sem ter o que comer...

ai ai ai.. beijão!

Ana Cristina disse...

Chris, tanta intensidade :-) Plutão-Vénus também é isso, essa paixão. Olhe que interessa chegar a 2010 sem ter apreciado a viagem até lá, o segredo é esse :-)

Votos de um excelente dia