12 de fev de 2010

too much, too big

a outra face de um potencial de expansão, espreita na indecisão quando não há um foco. Porque nos perdemos na diversidade das potencialidades? De repente temos o prémio do euromilhões na conta e não sabemos o que fazer. Porque não as vemos como tal, ainda nada é concreto? Porque tememos aonde nos leva a expansão e o conhecimento? Qualquer pode resultar em perca de energia; por receio de não resultar apanágio dos signos Cardinais, da mudança nos Fixos, a dispersão nos Mutáveis.
Vale a pena reflectir no motivo da indecisão, alturas da vida em que nos poderemos deixar levar por aquilo que outros decidirem por nós.

O arquétipo de Júpiter, regente de Sagitário imediatamente nos trás à mente; expansão, recompensa, conhecimento, direitos. Assuntos da 9ª Casa, viagens longas, estudos superiores, publicações, assuntos legais.
Falar em expansão, abundância pode trazer a indecisão e um derramar de riquesa, como um petroleiro que derrama no mar o que poderia ser um bem preciso se devidamente acondicionado. Mais acerbada esta expansão (Júpiter) quando contactada por Plutão, too much, nada pode ser pouca coisa.

O simbolismo da 9ª oposta à 3ª Casa regida por Mercúrio (Gémeos) do aprendizado, a 9ª é a do conhecimento e da aplicação e utilização do aprendizado. A 7ª derivada a contar da 3ª, como nos projectamos o nosso conhecimento.

Reparem na vossa Casa 9ª, quem a rege, como se encontra, depois de maturarem uma ideia como decidem?

Neste eixo Sol - Úrano muitas vezes trazem a decisão de repente, inovadora e inesperada para os observadores, imaginem na carta dessa pessoa um Júpiter em Touro, nem sempre de acordo com a decisão repentina que ameaça a estabilidade. Com Mercúrio - Neptuno a ambivalência entre o prático e o sonho, poder dar um visionário, com a ajuda de um Júpiter em Aries vai aceiter e abraçar novos desafios mais do que se estivesse em Capricórnio a necessitar de uma ordem estabelecida.
Se a Lua - Saturno a tomar conta do eixo as emoções e o sentido do dever por vezes em conflito com Júpiter em Peixes a confusão pode ser infinita.
A forma como os regentes do eixo se relacionam entre si e com outros modificadores dentro do mapa, dá-nos mais indicações ainda dessa dinâmica da necessidade de ser respeitado e reconhecido.

Como se quer ser reconhecido e recompensado? Emocionalmente, como com o Júpiter em Câncer, pela iniciativa se em Aries? Pelo que é justo se em Capricórnio?
Passamos uma vida a trabalhar para essa recompensa nossa, para nos sentirmos justiçados. Alturas há em que a sensação perdura, aquela mesma da infância, não nos deram o que esperávamos, não nos perceberam. Servir-nos e agradar-nos a nós próprios terá que ser um trabalho focalizado na nossa expansão, deveria ser o trabalho primordial da nossa vida como espiral evolutiva, quando não a frustração impera. Acabando por não ser elementos pro-activos e fazedores do mundo em que vivemos, sofremos por não sermos nós próprios.

15 comentários:

Joana disse...

Eu na casa nove tenho Touro. Só consigo tomar uma decisão quando sinto segurança e depois de analisar tudo muito bem.

Ana Cristina disse...

obrigada Joana, pelo feedback :)

Sandro Gomes disse...

Ana,

Júpiter em Libra, como será que busco ser recompesado? E ele está no grau O de Libra conjunto a Urano e a cúspide da Oitava.

António Rosa disse...

Esta é uma nota comum para vários blogues.

O site do Congresso Ibérico de Astrologia vai ter uma página com uma listagem de blogues devidamente lincados, se estes apoiarem o congresso, colocando, ainda em Fevereiro, no seu blogue um dos banners que existem na barra direita do site do Congresso:

Clique aqui para aceder ao site do Congresso

Caso já tenha o banner de apoio, ou esteja interessado/a em colaborar com o Congresso, divulgando-o junto dos seus leitores, após colocar o banner no seu blogue devidamente destacado, peço o favor de confirmar deixando um comentário no meu blogue «Cova do Urso», no post «O Maior Evento de Astrologia em Portugal». Para facilitar a sua vida, deixo a seguir o linque desse post:

Clique aqui para confirmar a sua adesão.

Estou a usar esta forma de comunicação [a vossa confirmação no meu próprio blogue] para este assunto ser completamente transparente e estar disponível ao público em geral.

A organização do Congresso tem conhecimento desta iniciativa.

Como compreenderá, este apoio público não dá direito a nenhuma entrada gratuita no Congresso. :)

Muito agradecido.

Abraço

António Rosa

Ana Cristina disse...

Sandro, Júpiter no Ponto Cardinal, adquire uma importância muito maior no seu mapa. Em Balança a necessidade de ser reconhecido nas parcerias e publicamente :)

Ana Cristina disse...

António acho que fiz tudo direitinho :)

Sandro Gomes disse...

Pôxa, Ana é isso mesmo! Meu Júpiter natal é o regente do MC e sempre estou esperando ser reconhecido profissionalmente, pelas coisas que faço, pelas minhas capacidades intelectuais... O anônimato e a indiferença dos outros para meus talentos e as coisas que faço me doi muito.

Quando me ponho a elaborar algo ele tem que ser grande, ter impacto para os outros verem, algo novo e original... Acho que já é coisa da conjunção com Urano...

Muito obrigado.

Ana Cristina disse...

:) Sandro basta o seu Júpiter e regente do MC estar no AP (Aries point) para querer essa grandiosidade, junto com Úrano quer a individualidade também :) ambicioso heim :) (não é critica mas sim elogio) força.

Sandro Gomes disse...

Ana,

Ambicioso mesmo (sempre o mais!)... E com o trígono entre Netuno, regente do meu Asc, com Mercúrio natais, adiciona-se um toque de visionário e sonhador.

Confesso que me é difícil adaptar-me a lugares e instituições muito estreitas e sem perpectivas. O cotidiano burocrático me é sofrível...

Sempre em busca do mais, da utopia!

Abraços.

Ana Cristina disse...

:) Sandro o mundo precisa de pessoas assim :) Abraço

Christiane disse...

Ana

Me ilumina... na questão por favor... Li seu post mas confesso que fiquei "Boiando"

Minha casa 9 há netuno, marte e lilith em sagitário. Todos possuem oposição á saturno na 3 em gêmeos...

O regente da casa 9 é plutão, pois a cúspide da 9 é escorpisão. Meu plutão está na casa 7 e faz sextil com o stelium na 9...

O MC é em sagitário tb e faz conjunção com vêns em capricórnio...

Pode me dar uma luz, please?

Ana Cristina disse...

Chris, vou tentar :), simplifique veja o signo onde está seu Júpiter e veja o tipo de reconhecimento que procura :)

Sandro Gomes disse...

Ana,

Muito obrigado!

António Rosa disse...

INFORMAÇÃO

Já aderiram ao apoio ao XVII Congresso Ibérico de Astrologia os seguintes blogues:

Astros e Estrelas
Astrologicamente
Astropost
Baile no Céu
BandarraVet
Castelo de Asgard
Cova do Urso
Diálogos Astrais
Entendendo Astrologia
Era de Entendimento
Memórias de Vidas Passadas
Nave Azul
Navegantes do Infinito
O Portal Mágico
Princesa Esquimó

Certamente, depois do Carnaval, chegarão mais blogues.

Muito agradecido.

Christiane disse...

Meu Júpiter está em capricórnio em conjunção com sol, mercúrio e nodo norte. Todos em capricórnio na casa 10, porém como estão quase em cúspide da 11 então dizem que estão na casa 11.

Eles fazem quadratura com urano em libra na casa 8.

jupiter 20º capricornio
sol 23º
nodo norte 16º
mercurio 13 º

casa 11 25º capricórnio

Foi isso que me pediu?
se puder ver: 13/01/1973
10:20 Curitiba PR Brasil
Moro em São Paulo SP.